Autenticação do Usuário
E-mail
Senha
Esqueci minha senha

Ainda não tem seu Perfil Jurid??
Cadastre-se
Jornal Jurid
pesquisa

Terça Feira, 22 de Julho de 2014 | ISSN 1980-4288


Pais de menina que morreu sem transfusão em 1993 podem ir a júri

Desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo decidem na quinta-feira se os pais e um médico amigo da família, testemunhas de Jeová, serão julgados pela morte de Juliana Bonfim da Silva, de 13 anos; grupo não aceita transfusões de sangue

Por | - Terça Feira, 16 de Novembro de 2010





O Tribunal de Justiça de São Paulo vai decidir se os pais da menina Juliana Bonfim da Silva, de 13 anos, devem ou não sentar no banco dos réus. Testemunha de Jeová, ela morreu sem que a família autorizasse a filha a receber transfusão de sangue. O que está em jogo é saber se os pais assumiram um risco de matá-la e pouco se importaram com isso ou se a opinião deles não devia ser levada em conta pelos médicos diante do risco iminente de a paciente morrer.


Aspectos médicos, religiosos e sociais estão por trás da decisão jurídica que será dada ao caso pela 9.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça no dia 18. Além do militar da reserva Hélio Vitório dos Santos, de 68 anos, e da dona de casa Ildemir Bonfim de Souza, de 57, pais da menina, é réu nesse processo de homicídio doloso o médico e amigo da família José Augusto Faleiros Diniz, de 67, membro do grupo de testemunhas de Jeová da família. Dos médicos que trataram da menina no hospital, nenhum foi acusado.


Por enquanto, os réus estão perdendo o julgamento por 2 votos a 1. Com o recurso da defesa, dois novos desembargadores vão analisar os autos e decidir se eles vão à júri. Trata-se de um processo que se arrasta há 13 anos. Os réus foram denunciados pela promotoria em 1997, depois de quatro anos da morte da filha, em 22 de julho de 1993, em hospital em São Vicente, no litoral paulista.


Para a promotoria, os pais da vítima, "apesar de todos os esclarecimentos feitos por médicos do hospital, recusaram-se a permitir a transfusão de sangue na paciente, invocando preceitos religiosos da seita Testemunhas de Jeová, da qual eram adeptos".


O pai de Juliana não era testemunha de Jeová, só a mãe. A filha sofria de anemia falciforme - doença sanguínea rara que deforma hemoglobinas. Ele foi levada pelos pais ao Hospital São José, em meio a uma crise de obstrução dos vasos sanguíneos. Os médicos disseram que a mãe se negou a autorizar a transfusão. O médico amigo da família teria ameaçado os colegas caso desrespeitassem a vontade da mãe.


Na Justiça, o médico negou a ameaça e disse que só sugeriu tratamentos alternativos à transfusão. A mãe negou ter dito que preferia ver a filha morta do que salva pela transfusão. "Apenas deixei que minha filha decidisse." O pai também negou a acusação. "Tratar os pais, que amavam essa menina e a levaram ao hospital para salvá-la, como assassinos é uma crueldade", disse o criminalista Alberto Zacharias Toron.


Os desembargadores que votaram a favor de mandar os acusados a júri afirmam que os jurados é quem devem decidir se a oposição da família e do médico, ao retardar ou impedir a transfusão, foi essencial para causar a morte da vítima. "Mesmo que pareça fora de dúvida que tanto a lei penal quanto o Código de Ética Médica autorizem a transfusão em caso de iminente perigo de vida, independente do consentimento de quem quer que seja", escreveu o desembargador Galvão Bruno.


Nuevo Campos, o desembargador que votou a favor da família, afirmou que não houve crime. "Pois, em se tratando de hipótese de iminente risco de vida para a ofendida, o dissenso dos réus não possuía qualquer efeito inibitório da adoção do indispensável procedimento terapêutico a ser adotado, ou seja, a transfusão de sangue. Os integrantes da equipe médica tinham o dever legal de agir." O julgamento será definitivo em São Paulo - só caberá recurso aos tribunais em Brasília.

 

PARA ENTENDER


O artigo 22 do Código de Ética Médica em vigor prevê que é vedado ao médico "deixar de obter consentimento do paciente ou de seu representante legal após esclarecê-lo sobre o procedimento a ser realizado, salvo em caso de risco iminente de morte".


A resolução 1.021/80 do Conselho Federal de Medicina cita o Código de Ética Médica e orienta o profissional da saúde a respeitar "a vontade do paciente ou de seus responsáveis" se não houver iminente perigo de vida, mas praticar "a transfusão de sangue, independentemente de consentimento do paciente ou de seus responsáveis" em caso de risco de morte.


 



Palavras-chave | tjsp, transfusão sanguinea, morte, juliana bonfim da silva

Comentários

comentário Marta Inês Lima - Metroviária | 16/11/2010 às 21:23 | Responder a este comentário

Isso é um absurdo. Se os pais não amássem a filha, eles não teriam procurdo ajuda médica num hospital, teriam deixado ela morrer em casa sem ninguém saber. Por outro lado, pode esses desembargadores que votaram a favor de mandar os acusados a júri , garantirem que a transfusão de sangue realmente salvaria a vida dessa jovem? Acredito que eles deveriam ler novamente ou conhecer o que a ANVISA fala sobre a transfusão de sangue. Existe sangue seguro? Por favor, queiram me informar se calquer paciênte é obrigado a receber um transplante para salvar a vida. O que a lei diz sobre isso. Transfusão de sangue é um transplante. O sangue é um orgão líguido.

réplica

comentário wilma lúcia - bióloga | 24/03/2011 às 07:33 | Responder a este comentário

O tratamento com sangue é um procedimento barato, outros tratamentos são mais caros, pois envolvem mudanças nos protocolos das salas de cirurgia, nas famácias hospitalares, busca de treinamento e capacitação para os médicos e tudo isso acarreta maiores custos...ai a coisa pega...

réplica

comentário Iuri P. Novaes - Técnico em Climatização | 03/07/2011 às 21:40 | Responder a este comentário

Não importa valores, o q está jogo é algo muito mais valorosos, conceitos bíblicos. A recusa em aceitar sangue não envolve riscos de saúde, mas sim, a conciência treinada pela Bíblia. Existem formas de tratamentos muito mais eficazes que o sangue, na verdade, quem matou a Juliana, foram os médicos que a trataram, estes deveriam estar sentados no banco dos réus. É um absurdo um país q quer ser de primeiro mundo se apegar a conceitos puramente preconceituosos. Todos queremos viver. Mas recusar este ou aquele tratamento faz parte de nossos direitos adquiridos por constituição.

comentário Marta Inês Lima - metroviária | 16/11/2010 às 22:19 | Responder a este comentário

Por favor, queiram me informar se qualquer paciênte é obrigado a receber um transplante, e quais os procedimentos burocráticos e éticos que estão envolvidos.

comentário PAULO - AREA DA SAUDE | 17/11/2010 às 10:20 | Responder a este comentário

CREIO QUE DEVEMOS NOS DESNUDAR DE PRECONCEITOS RELIGIOSOS, E ENTENDER PORQUE PESSOAS ESCLARECIDAS E INTELIGENTES COMO AS TESTEMUNHAS DE JEOVA TEM DETERMINADO CONCEITO, E SE A CLASSE MEDICA REALMENTE REALMENTE ESTA EMPRENHADA A TODO CUSTO EM MINORAR O SOFRIMENTO DE PACIENTES OU APENAS PREOCUPADOS COM POSSIVEIS PROCESSOS E CONFRONTOS EM TRIBUNAIS.....

comentário PAULO - AREA DA SAUDE | 17/11/2010 às 10:22 | Responder a este comentário

PERDAO EMPENHADA ...PRA NAO PERDER O FOCO DO COMENTARIO COM UM ERRO INUTIL.

comentário Horst Fuchs - Advogado | 17/11/2010 às 11:19 | Responder a este comentário

O que está em jogo é até onde o estado (por seu Poder Judiciário e Executivo) pode intervir na livre escolha de cada pessoa. E, nota-se neste caso que os pais foram diligentes e buscara ajuda médica, de outra forma, teriam deixado a menor em casa. É nítido que não se trata de homicídio, busca-se, antes, o melhor tratamento médico. Ninguém consegue garantir que a transfusão salvaria a vida desta menor. Ademais, a Constituição Federal elegeu como direito maior - e nosso Poder Judiciário tem entendido também desta forma - o direito à vida digna, não apenas à vida, como se não fôssemos seres racionais. Os pais desta menor detem o direito de fazer escolhas pela menor, mas no caso, também a vontade da menor deve ser acatada, já que está em jogo não apenas a vida (como um vegetal ou animal irracional) mas a dignidade da vida!

comentário eleuza viana - funcionária pública | 17/11/2010 às 20:41 | Responder a este comentário

Os pais detém o poder pelos filhos menores, e tenho certeza que essa mãe sabia que o melhor que ela podia fazer pela filha ,ela fez....tenho certeza que se ela não a amasse tanto não teria procurado ajuda médica...e quem garante que a transfusão a salvaria?Se até mesmo o papa qdo tranfundido ,colocaram um sangue contaminado,qto mais ela,que era um ser humano comum.........E quantas pessoas tomam sangue e morrem todos os dias e ninguém comenta?????

comentário francisco alves - bacharel em direito | 18/11/2010 às 00:15 | Responder a este comentário

A doutrina que as "Testemunhas de Jeová" ensina, que proíbe a transfusão de sangue, não tem fundamentos, nem bíblicos nem legais. O Governo deve se impor quando a religião tiver dogmas que restringem o direito à vida. Esse caso pode ser um bom exemplo.

réplica

comentário Wanderley Jr - coordenador de educação | 18/11/2010 às 14:48 | Responder a este comentário

Bem, estou indignado com sua aversão ao direito que nós é concedido em lei da liberdade de doutrina religiosa. Lamento muito por sua opinião. vc perdeu uma oportunidade de ficar em silêncio!

réplica

comentário Adriana Cavalcanti - sua profissão | 19/11/2010 às 15:17 | Responder a este comentário

Atos capítulo 15 versículo 29 diz: ... persistirdes em abster-vos de coisas sacrificadas a ídolos, e de sangue, e de coisas estranguladas, e de fornicação. Se vos guardardes cuidadosamente dessas coisas, prosperareis. Outros textos BIBLICOS que provam que a crença das Testemunhas de Jeová tem fundamento: Levítico capitulo 17 versiculo 14, Gênesis capítulo 9 versículo 4, estes são apenas alguns textos. Mais algo interessante também são as moléstias infecciosas associadas às transfusões, tais como a sífilis, a infecção por citomegalovírus e a malária, inclusive infecções com o vírus do herpes, a mononucleose infecciosa, a toxoplasmose, a tripanossomíase [doença do sono africana e a doença de Chagas], a leishmaniose, a brucelose [febre ondulante], o tifo, a filariose, o sarampo, a salmonelose, e a febre de carrapatos do Colorado,eis algumas!!!. Existem vários TRATAMENTOS ALTERNATIVOS com QUALIDADE!!! Existem Diversos líquidos que não contêm sangue e constituem eficazes expansores do volume do plasma. O mais simples de todos é a solução salina, que é tanto barata como compatível com o nosso sangue. Existem também líquidos dotados de propriedades especiais, tais como a dextrana, o Haemaccel, e a solução de lactato de Ringer. A hidroxietila de amido é um mais recente expansor do volume do plasma e pode ser seguramente recomendado para aqueles pacientes [queimados], que objetem a produtos de sangue. Tais líquidos apresentam vantagens definitivas. ?Soluções cristalóides [tais como a solução salina normal e o lactato de Ringer], o Dextran e o HES são relativamente atóxicos e baratos, prontamente disponíveis, podem ser estocados à temperatura ambiente, não exigem testes de compatibilidade e estão isentos do risco de doenças transmitidas pela transfusão. ?As Testemunhas de Jeová querem a melhor assistência médica possível, mas também querem outros tipos de tratamento em lugar das transfusões de sangue.

réplica

comentário Claudio Abreu - Vistoriador de Seguro | 22/11/2010 às 11:48 | Responder a este comentário

Bom adv.melhor vc estudar mai um pouco...rs..rs...

réplica

comentário Alberto Lídio - Gerente Administrativo | 22/03/2011 às 19:01 | Responder a este comentário

É lamentável que uma pessoa que diz ser bacharel em direito tenha feito um comentário tão infeliz e provido de preconceito e total desconhecimento do assunto, tanto do ponto de vista bíblico como legal. Fico triste em saber que um profissional assim possa "no futuro" advogar sobre esse tema de modo tão parcial. É uma pena!

réplica

comentário erica naomi - Enfermeira | 30/03/2011 às 00:14 | Responder a este comentário

A Constituição Brasileira, no seu artigo 5º, inciso II, prescreve que ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa, salvo em virtude de lei (princípio da legalidade). Assim, como no país não há lei que obrigue qualquer pessoa a aceitar transfusões de sangue como tratamento médico, a recusa será válida, devendo ser respeitada Convenção Americana de Direitos Humanos (1969) (Pacto de San José da Costa Rica) Artigo 11 ? Proteção da honra e da dignidade 1. Toda pessoa tem direito ao respeito da sua honra e ao reconhecimento de sua dignidade. 2. Ninguém pode ser objeto de ingerências arbitrárias ou abusivas em sua vida privada, em sua família, em seu domicílio ou em sua correspondência, nem de ofensas ilegais à sua honra ou reputação.

réplica

comentário Ricardo Silva - engenheiro | 16/11/2011 às 00:29 | Responder a este comentário

Ainda bem que você escrreveu bacharel em direito, logo se vê porque você não tem a carteira da OAB, antes de comentar estude a matéria, ao menos bara a Bíblia e leia o versículo em questão, tenta entender o caso e dpois terá condição de te pronunciar. Ridículo a tua afirmação, vai por mim, tenta apagar o teu comentário para não ficar mais feio ainda.

réplica

comentário Michelle Rodrigues - Secretaria de Enfermagem | 05/10/2012 às 20:52 | Responder a este comentário

Você perdeu a oportunidade de ficar em silêncio !

comentário Maria Silva - Analista | 18/11/2010 às 09:24 | Responder a este comentário

A vida e a sua qualidade deve ser preservada acima de tudo, mas ninguém garante que esta menina iria sobreviver com a transfusão, pois esta doença é rara e cruel. Nos sabemos que a única forma dela obter a cura e a libertação do sofrimento é com um transplante da medula óssea (que não vai contra os preceitos dos TJ), culpam os pais dela o médico, mas ninguém pensou no sofrimento da Juliana e de quantas vezes durante a vida dela teria que ficar enternada com dor, rezando para a cada transfusão recebida que o sangue não fosse contaminado e contraisse outra doença, dentre outras adversidade ela passaria, tudo acontece como deve acontecer, temos que avaliar antes de julgar.

comentário Reginaldo Medina - Técnico em enfermagem | 18/11/2010 às 11:02 | Responder a este comentário

Geralmente quando uma dessas mortes vem a publico as Testemunhas de Jeová chovem postando defesas como as que se vê aqui.

Testemunhas de Jeová possui uma falsa modéstia se dizendo humildes, mas totalmente surdas a argumentação lógica.
Acreditam que elas tem soluções corretíssimas para se evitar transfusões de sangue. São enganadas com ensinos onde se prega que sempre se tem uma solução e que médicos que não aceitam isso são ignorantes e opositores religiosos.

Toda testemunha de Jeová é levada a crer que vive sendo perseguida, essa paranóia mais os ensinos errados que recebem, faz com que ajam de forma irracional em momentos críticos como foi dessa menina.

Por outro lado uma simples testemunha de Jeová pode ser levada a ignorância ao pensar que os paliativos que chamam de "alternativas para uma transfusão de sangue", são algum tipo real de substituto para componentes do sangue, mas um médico que se arrisca a ser Testemunha de Jeová não pode de forma alguma sustentar tal ignorância, muito menos usar de seu canudo para transmitir segurança em se negar componentes do sangue para alguem que precisa.

No Salão do Reino das TJs, elas são levadas a ter terror do sangue com todo tipo de distorção desse tema, um médico deve esclarecer, não ajudar na ignorância e ainda causar mortes.

Ele colocou sua fé acima da razão, profissão e humanidade.

Os pais são ignorantes que optaram por confiar no que fala sua organização religiosa e seu irmão médico.
Agora este médico irresponssável não tem desculpa, tem de ser punido.

Ps: Fui por cerca de 20 anos testemunha de Jeová e acompanhei de perto muitos casos assim por trabalhar em hospital . Muitas coisas sobre esse assunto são apenas para anciãos das TJs e omitidos do publico em geral, até mesmo das simples testemunhas de Jeová.

réplica

comentário wanderley jr - coordenador de edu | 18/11/2010 às 15:02 | Responder a este comentário

Caro ex-TJ! Assim como vc frequentei durante 15 anos, aprendi uma coisa, a respeitar a fé coisa que infelizmente nem todos tem. Por favor, Jesus sempre ensino que nunca devemos julgar e nunca retribuir mau com mau. Pç ao seu Deus orientação não ser tão rancoroso, isso não faz bem a saúde. Que Deus lhe abençoe.

réplica

comentário Fernando Cunha - Técnico em Eletrônica | 19/11/2010 às 17:39 | Responder a este comentário

Deixar de fazer uso da terapia com sangue não implica em si como fator determinante da morte de um paciente. Eu mesmo sei de casos em essa foi recusada e até mesmo os pacientes foram deixados sem tratamento alternativo e sobreviveram. Desse ponto de vista, não vejo como a mãe poderia ser acusada de homicídio, ainda mais doloso. Além disso, os médicos poderiam garantir que ela sobreviveria caso tivesse recebido a tal transfusão? Sinceramente, não vejo como uma necessidade, supostamente tão premente, poderia ser suprida através do gotejar lento, peculiar a esse tratamento que envolve tantos riscos.

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 18/11/2010 às 17:51 | Responder a este comentário

Wanderley, é verdade que senti rancor ao descobrir que fui enganado após tantos anos de dedicação, mas isso passa e passou.
Essa experiência minha e de minha familia pode ser pelo menos aproveitada para ajudar muitos que não entendem o que esta por trás dos sorrisos das duplas que batem em suas portas. Nem elas mesmas sabem de muita coisa e das que sabem são obrigadas a esconder para proteger a organização.
Você sabe que é assim.
Por outro lado jamais confundi as pessoas com a organização. Tenho ainda muitos amigos e parentes lá dentro, mesmo que algum destes só possa falar comigo as escondidas e muitos não podem sair por arriscarem perderem a familia.
Por tudo isso, só não respeito é a organização por trás de todas essas mortes, dores, destruição de familias e separação de amigos. Não posso em sã consciência respeitar uma coisa assim, por isso deixei a organização das testemunhas de Jeová.
Wanderley spero que entenda e também respeite isso, sem fazer como muitos que tentam atacar a moral dos que deixam as testemunhas de Jeová por questões de consciência.

réplica

comentário Fernando Cunha - Técnico em Eletrônica | 19/11/2010 às 18:10 | Responder a este comentário

Normalmente pessoas como você não deixaram as Testemunhas de Jeová, foram expulsas como pecadores impenitentes, a maioria devido à má conduta em relação ao sexo e por isso se tornam também apóstatas. A organização das TJs não é uma ordem secreta e todos recebem a mesma instrução baseada na Bíblia, você sabe.

réplica

comentário Reginaldo Medina - Aux. Enfermagem | 21/11/2010 às 16:57 | Responder a este comentário

Fernando, isso é o que botaram em tua cabeça. É verdade que muitos são expulsos por conduta imoral e não contexto o direito de fazerem isso. No entanto tem um número enorme de pessoas que embora fossem considerados exemplares são hoje ex TJs por não quererem ser cúmplices de mentiras. Eu fui exemplo em assembléias 3 vezes e uma em congresso, tive muitos privilégios, fui pioneiro regular e trabalhei em betel, minha esposa nasceu TJ foi pioneira regular por muitos anos e também especial em Minas Gerais. Ninguém tem acusação moral contra a gente, nós fomos pesquisando e pedindo respostas. O tempo mostrou muita coisa errada e mentiras omitidas. Deixamos as TJs mas não por falha moral, pelo contrario. Demos todas as chances para se explicarem.

réplica

comentário Vc é muito burro...por traz de tudo isso do sangue tem uma mafia, vai pequisar direito reveja sua insanidade... - Vistoriador de seguro | 22/11/2010 às 11:46 | Responder a este comentário

Vc é muito burro...por traz de tudo isso do sangue tem uma mafia, vai pequisar direito reveja sua insanidade...

comentário silvio - gerente administrativo | 18/11/2010 às 17:59 | Responder a este comentário

pobrezinho de você em reginaldo! pareçe um santinho, coitadinho...

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 18/11/2010 às 18:06 | Responder a este comentário

Exatamente antigo irmão Silvio (que eu não conheço e também não me conhece).
Obrigado por tão rapidamente confirmar o que eu acabei de falar.

comentário Carolina - Auxiliar de Recursos Humanos | 19/11/2010 às 09:10 | Responder a este comentário

Irmãos não lanceis perolas a porcos, com cadaveres vivos não se gasta palavras, o dia de julgamento de Jeová virá e todos vamos ser julagados por Ele também a juliana vai receber sua maravilhosa reconpensa a reissureição, enquanto isso temos de nos fortalecer para não ser levado por esse tipo de gente.

comentário HELENA - DO LAR | 19/11/2010 às 12:38 | Responder a este comentário

tem razão querida amiga CAROL , jogar pérolas a porcos é um absurdo. Em breve todos reconhecerão o engano que hoje praticam . bjos

comentário silvia - estudante | 19/11/2010 às 13:49 | Responder a este comentário

tenho pena desse opositores que ñ sabe o que fala , mas sempre lembre desta data que vcs falaram isso, e no dia do julgamento de jeová volte a se lembra de suas palavras.e veja quem tem razão.

comentário MARCELO HENRIQUE - Coordenador | 19/11/2010 às 15:07 | Responder a este comentário

.... fico triste pela morte da irmãzinha Juliana, mas sabemos que muito em breve Jeová realizará uma de suas maravilhosas promessas à ressurreição onde poderemos encontrá-la novamente; sabemos também que, muito em breve Jeová executará seu julgamento a estes hipócritas iniquos que tentam minar a mente das pessoas com palavras absurdas .
É através destes acontecimentos onde percebemos a proximidade do grande dia de Jeová, e que relamente estamos no caminho da salvação. " Que Jeová abençoe e proteja a todos "...

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 19/11/2010 às 16:54 | Responder a este comentário

A arrogância de vcs TJs é tanta que nem se importam de aqui dissimular o ódio que tem por ex membros.

A certeza é a maior inimiga da verdade e não a mentira. Desde o século passado morrem testemunhas de Jeová com muitas certezas que agora muitas já são esquecidas.

1914 é para vcs agora o inicio dos "Ultimos dias" e também o inicio de uma reinado de cristo invisível nos céu, mas durante décadas e mais décadas era diferente. Últimos dias foi pregado que começaram em 1799 com a invasão de Napoleão ao Egito.... É muitas TJs morreram com certeza que era assim. Presença de Cristo como rei no céu era primeiro em 1874 e Armagedom em 1914... É muitos tinham certeza disso também.
Muitos tinham certeza que o Armagedom vinha depois em 1925 e que os mortos se ergueriam nesse ano.
Ai de quem discordasse.
Depois muitos tinham certeza que o fim viria em 1943 durante a segunda guerra, até porque foi publicado na A Sentinela que faltavam apenas ALGUNS MESES para o fim.
Depois a certeza foi que viria em 1975 com Adão completando nas contas das TJs 6.000 anos de sua criação...

Nada novamente, mas a certeza foi então a de que como Salmos fala que a vida do homem é de 70, 80 anos o Armagedom viria esses anos depois de 1914, ou seja em 1984 ou 1994. Os TJs novinhos não sabem como tinha TJ na época com essa certeza incentivada nas entrelinhas por livros e revistas.
Nada novamente, mas uma nova certeza veio, a de que não passaria o século vinte sem o Armagedom, pois a Sentinela garantiu isso, mas nada.
Certeza também foi dada que a geração que viu os acontecimentos de 1914 não passaria antes do Armagedom... É mudaram esse ensino e calou a boca dos que ensinaram isso desde que nasceram com muiiiita certeza que era verdade. Ho ho ho.
Nem vou falar da insinuação mais nova de o Armagedom ser em 2034.

Mas as certezas das TJs são muitas mesmo e em outras áreas alem da "chutologia catastrófica fantasiosa"

Na medicina então...
Já Houve entre as TJs ensino que pode ter certezas são verdades, como:
*Todas doenças, são causadas pelo intestino
*Panelas de Alumio matam e são um complô da indústria contra o povo de Deus.
* Vacinas são artimanhas do Diabo e pecado contra a lei do sangue.
*Transplantes são também contra a lei do sangue e canibalismo.
*qualquer componente do sangue é pecado contra Deus.
E muiiito e muiiito mais, mas não há espaço para tantas certezas que passaram e mudaram.

E os que morreram por terem certeza que Deus não permitia vacinas?
E os que morreram por que tinham certeza que Deus não permitia transplante?
E os que morreram por que tinham certeza que componentes do sangue como fatores de coagulação (homofilicos) eram pecado contra Deus?
Assim como os que morreram não aceitam albumina, iunoglobulinas e outras coisas antes proibidas e hoje permitidas?

Claro que TJs dizem que a" luz clareia mais e mais", isso é muito conveniente para se esconder erros mentiras, ignorância e até estupidez.
Direção divina? Para com isso... Só as questão do transplante foi e voltou no mesmo ano.
Deus é bêbado ou eram humanos irresponsáveis brincando com vidas?
A resposta é óbvia.

Hoje não pode leucócitos, mas o leite materno e os músculos de uma carne tem mais leucócitos que numa bolsa de sangue. Coerente?

Hoje uma TJ não pode hemácias, mas podem a hemoglobina, principal estrutura da hemácia. Uma hemácia sem hemoglobina é apenas uma casca transparente, mas ela é pecado contra Deus. Ha ha ha Muito esperto TJs. Na verdade é triste.

TJs não podem doar sangue, mas estão usando sangue de quem doou ao aceitar esses componentes. Coerente isso?

As TJs são cheias de certezas, mas o tempo tem feito elas comerem todas elas de volta. Só as novas ou ignorantes por opção não veem isso.

Isso não é nem um décimo do que vim a descobrir por isso pulei fora.
Boa sorte com suas "certezas" e desejos de vingança aos que deixam essa seita maluca.

Ps: Por sorte saí com minha familia inteira, sem deixar vcs com muitas opções de quem perseguir e chantagear com ameaças de exclusão social.

réplica

comentário Iuri P. Novaes - Técnico em Climatização | 03/07/2011 às 21:46 | Responder a este comentário

É lamentável ler isso, vejo q vc não aprendeu nada. Me mostra um artigo em nossas publicações que apóiam suas afirmações?? Se mostrar, eu deixo de ser TJ. Sangue só é sangue quando seus componentes principais estão unidos, assim como água só é água quando seus 3 elementos estão unidos. E mesmo assim, aceitar ou não é uma questão de consciência. Ninguém obriga a aceitar. A Bíblia é bem clara em Atos 15:28, 29: "está proibido o uso de sangue E DE COISAS ESTRANGULADAS." Me explica pq a Bíblia faz distinção entre coisas extranguladas e de sangue??

réplica

comentário Lamare Costa - TJ | 27/08/2011 às 10:22 | Responder a este comentário

Sabe Iuri este Reginaldo não sabe o que diz mas com certeza Jeová vai recompensar todos nós por estarmos defendo a sua Palavra.

comentário edimilza - professora | 19/11/2010 às 20:14 | Responder a este comentário

a diciplina vem para os que ama ..o pai so repreende o filho que ama e jesus disse que nao devemos nos junta ..seja igual a o filho prodigo e retorne que ate mesmo os anjoa se alegraram....quando vejo oposição como a sua sei que esta proximo o jugamento de jeová por meio do nosso senhor jesus ......alegrem-se está mais pertode rever juliana

comentário Sebastião Ramos de Oliveira - Assistente em Administração | 20/11/2010 às 02:31 | Responder a este comentário

Jamais poderia deixar de expressar a minha humilde opinião sobre este caso, tão escabroso. É inadmissivel ver pessoas perderem a vida por causa de fundamentalismo religioso. Não é de se admirar que esta mesma religião ensina seus membros a desprezar aqueles que saem de suas fileiras, a ponto de deixarem de falar um simples oi. Estou entre milhares ou milhões de vítimas que sofrem a discriminação religiosa perpetrada por esta organização que prega a paz mas, promove a separação entre amigos e até entre familiares. Sou autor de uma denúncia pioneira que formalizei no Ministério Público do Ceará, que já mobiliza a sociedade brasileira, como também repercute em países da Europa. O promotor que fez a denúncia contra pastores desta igreja, a justiça, em seu parecer relatou, em outras palavras: Desassociação sim, impedir a convivência social e familiar tipifica crime de discriminação religiosa, e o nosso país não permite, Lei 7.716, Art. 14 Portanto, está na hora das autoridades brasileiras fazer valer a nossa carta magna, visando acabar com a velha história de que a religião pode discriminar seres humanos, seja qual venha ser. O nosso processo, provavelmente, seguirá para o STJ nos próximos dias. Portanto, quem estiver interessado em saber com maiores detalhes do caso, favor, é só passar emaail para: sebastianramos7@gmail.com

http://www.youtube.com/watch?v=wrfOCQQD2UY - Reportagem na TV dia da inauguração de outdoors na Avenida desembargador Moreira.

http://www.youtube.com/watch?v=N7lHRkmwo1g - Reportagem Sobre a denuncia que o promotor fez a Justiça - Caso - Sebastião Ramos

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 20/11/2010 às 11:34 | Responder a este comentário

Ola Sebastião, poucas pessoas sabem esse lado bem escondido das Testemunhas de Jeová. A questão do sangue em geral ganha as noticias pois muitas vezes fazem crianças vitimas fatais. Mas por trás disso existe as ameças de exclusão social que você denuncia na justiça.
Muitas testemunhas de Jeová em estado grave nos hospitais, pioram com o medo de serem expulsos das testemunhas de Jeová e ter sua familia e amigos removidos de ter contato sob a mesma ameaça.
Em vista disso e de muitas mentiras sobre a questão do sangue, muitas testemunhas de Jeová se lançam a morte por não suportar uma vida isolada e pensando ter pecado contra Deus.
A organização das Testemunhas de Jeová tem comportamentos de seita criminosa e devia ser mais investigada a fundo como em países da Europa, principalmente a França que tem um órgão especifico para monitorar seitas abusivas.
Brasil infelizmente está aberto para essas coisas.

comentário Franco - tecnico eletronico | 23/11/2010 às 16:41 | Responder a este comentário

Para o Tal do Reginaldo Medina..

Meu sai dessa , vc já saiu da organização, e fica aí bancando o apostatazinho caipira. O que vc acha que vai conseguir com isso?????

Vai derrubar a Torre? vai conseguir reduzir os 7 milhoes de TJ no mundo??
Vai conseguir que pare o maior parque grafico do mundo? Que acabe os donativos? Não sei... abra uma igreja com o conhecimento que vc tem e pelo menos ganhe dinheiro e não trabalhe mais na área de saude que não presta e paga pouco.

Sou TJ desde que nasci e panacas como vc já vi de monte.

Abraço

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 23/11/2010 às 19:46 | Responder a este comentário

Franco é um fato que concordo completamente contigo que eu jamais irei derrubar a Torre de Vigia (Nome da organização por trás das TJs), mas também é fato que são menos eu fiz minha parte em alertar com minha experiência nas TJs os perigos que ela esconde.

Fica atento quem desejar, não vou fazer como as TJs e ameaçar familias de desassociação ou perda de privilégios se elas quiserem falar com um amigo ou filho que quis sair das TJs.

Mas entendo que membros obstinados da seita não querem ver os podres saindo de seus muros, só desejam hipócritamente apontar os podres de outras formas de fé nas revistas e nas portas das pessoas.

Ademais se uma voz vinda lá de dentro que denuncia a hipocrisia das TJs, é tão insignificante... Por que tanta preocupação?

Eu sei... Medo que perguntas que vcs odeiam comecem a surgir não só de onde vcs tem poder de calar, mas nas portas em que batem. Aquelas perguntas que mostram as contradições, hipocrisias e ignorância, das quais a unica resposta honesta é a admição.

comentário Franco - Tecnico eletronico | 24/11/2010 às 16:00 | Responder a este comentário

Tst

comentário Franco - Tecnico eletronico | 24/11/2010 às 16:07 | Responder a este comentário

Reginaldo, voce fala em alertar pessoas...contra nós, mas tá, para elas irem para onde? para onde vc sugere?
talvez ir para o Edir Macedo, virar do Santo Daime, ateu, Agnostico, Virar catolico, Talibã, sei lá defenda alguma coisa , isso que vc faz leva o nada a lugar nenhum, caso vc ache que esteja certo , resgate voce o verdadeiro cristianismo, se vc estiver certo Jeová vai fazer de voce "do pequeno tornar se a mil..." , Faça com Russel, venda sua casa e aposte toda sua vida no que vc acha ser verdade tanto em doutrina como em postura de amor.
Começe comprando uma Heldelberguer meia folha ede uns 350 mil e começe imprimindo e divulgando sua nova fé "certa".
Duvido que voce tem coragem para isso.
Abraço

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 24/11/2010 às 17:05 | Responder a este comentário

Franco, eu te entendo bem, as TJs pregam que sair delas é a morte, pois não tem onde ir... Com o tempo muitos acreditam nisso.
No entanto isso é apenas uma das formas de oprimir a mente e passar falsas conclusões.
Se as TJs estão podres por dentro e sua forma de adoração é tão hipócrita quanto tantas outras, isso de forma alguma significa que devam ficar por não ter outra religião onde ir.
Talvez diante dessa situação a pessoa deva começar do zero e pesquisar mais sobre esses temas caso seja sua prioridade, ou talvez apenas dar as costas para a hipocrisia religiosa e ser mais pragmático com a vida, pois não é sua culpa as religiões serem o que são nem é sua obrigação ser cúmplice dessa palhaçada.

comentário Franco - Tecnico Eletronico | 24/11/2010 às 17:55 | Responder a este comentário

Realmente , vc não respondeu minha pergunta.
Como todos que saem, vcs não pregam nada, somente contra a Sociedade, tá bem, vc sabe lá no fundo o que é o certo.
infelizmente vc não deve ter tido madureza suficiente para suportar alguma injustiça de homens que certamente ocorreu na tua ótica, assim vc vive nessa tua "cruzada " contra a gente...
Tá jóia , compre a Heidelbergue e ganhe pelo menos algum troco vendendo livros como ICP e outros .
Att

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 24/11/2010 às 18:56 | Responder a este comentário

Franco longe disso, tive muita paciência e compreensão das falhas meramente humanas com tudo que vi la nas minhas quase duas décadas como testemunha de Jeová. Se fosse por pessoas eu teria deixado esse grupo antes mesmo do batismo.
O que falo é das coisas que descobri e exigi resposta coerente com o que pregava. Isso não aconteceu e me foi mandado calar. O mesmo se deu com minha esposa e outras testemunhas conhecidas nossas.

Quanto a necessidade que vê em ex TJs ter que pregar alguma coisa, isso não faz sentido, pois não estávamos procurando barganhar nada, apenas saber o que o que fazia sentido ou não. Não preciso trocar seis por meia dúzia para manter minha consciência tranqüila, basta não ser cúmplice de mentiras que podem inclusive matar pessoas. A questão da doutrina do sangue é uma dessas que está cheia de incoerências, e vc certamente percebe algumas e tem muito mais como descobri trabalhando em hospitais e fazendo faculdade de enfermagem.
É claro que seremos atacados por fazer isso, chamados de apostatas, ameaçam nossos familiares de serem expulsos se falarem conosco, mas prefiro tudo isso do que sair ensinando pessoas, sabendo que estou promulgando mentiras, meias verdades, omitindo, enganando. Pelo menos a grande maiorias das TJs fazem isso sem saber, para mim não era mais possível.

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 24/11/2010 às 19:07 | Responder a este comentário

Só um detalhe importante . Muitos ex TJs, diferente do que se faz imaginar, quer estar longe de qualquer hipocrisia religiosa. Não me aproveito disso para alegrar evangélicos com os podres TJs, eles já estão atolados nessa mesma sujeira e tem um monte de ex evangélico fazendo isso. Ex TJs em sua maioria também não querem criar uma outra religião que acabará com o tempo e cheia de "novas luzes" e se tornando um outro mar de contradições e tentativas de controle do rebanho através de medo e ameaças.
Muitos denunciam a organização das Testemunhas de Jeová apenas por preocupação ao próximo, civilidade e humanismo.
Eu me considero humanista.

comentário Davi - Atendente | 25/11/2010 às 10:29 | Responder a este comentário

Caro Reginaldo,

Você acredita na Biblia?

comentário Franco - Técnico Eletronico | 25/11/2010 às 12:22 | Responder a este comentário

Que "nobre" cara Reginaldo, estou orgulhoso de vc!!!!, te achei no Blog, li sua "Dissossiação" na verdade vc cometeu um "arakiri" espiritual,vc foi covarde em fazer isso, como atualmente é covarde em não defender absolutamente nada a não ser ficar com essa ladainha que vi opositores fazendo desde os primordios de congressos no Morumbi. Os mesmo argumentos de sempre.... nunca vão mudar, fraco de raciocinio, fraco de argumento, não defende nada, nem suas suposta "verdade" vc me citou, nem sequer uma delas vc defendeu.
Vai lá continua nessa, se isso te faz bem???!!!! te ameniza sua consciencia, tá bem .
A proposito o Tal do Ponciano que vc cita, um brother de Sorocabame falou que ele tá desassociado .
Afinal Jeová tira as pessoas não dignas de seu nome .
Obs meu papo encerra aqui não vou mais te responder.
Att

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 25/11/2010 às 13:08 | Responder a este comentário

Eu acredito que o relato de 1 Samuel capitulo 14 é relevante para essa questão. - - -

Nele se fala que o Rei Saul que era até então ungido e aprovado por Jeová fez um voto de que seus guerreiros não comessem até vencerem e destruírem os filisteus. - - -
Naquela época sob uma lei mais pesada quem fosse pego comendo carne não sangrada seria morto conforme diz entre outras passagens Levítico 7:23 - "E não deveis comer nenhum sangue em qualquer dos lugares em que morardes, quer seja de ave quer de animal. Toda alma que comer qualquer sangue, esta alma terá de ser decepada do seu povo."
- - -
Mas quando os Israelitas venceram os filisteus sua fome era tanta que o versículo 31 em diante de 1 Samuel diz:- - - "E o povo começou a lançar-se avidamente sobre o despojo e a tomar ovelhas, e gado vacum, e vitelos, e os abateram no chão, e o povo foi comer junto o sangue.V.32 - - - -
E agora?
Pela pesada lei de Moisés que eles estavam sujeitos, não havia como contornar essa situação. TODOS TERIAM DE SER MORTOS! - - - Mas se continuar lendo verá que não foi assim, embora a própria bíblia não diga como contornar a lei que manda matar quem comia sangue, eles naquele tempo entenderam que não seria coerente matar o povo que comeu carne com sangue porque estava com muita fome. Apenas reconheceram seu erro e fizeram um sacrifício animal para isso e tudo ficou bem. - - - Não é assim com as testemunhas de Jeová, que embora não vivam sob da pesada lei de Moisés, aplicam a lei do sangue de forma mais pesada que naqueles dias de Saul.
Se uma testemunha de Jeová recebe sangue, a orientação em carta secreta de 16 de Junho de 2000, para todos membros anciãs da COLIH é a de que essa pessoa deva ser automaticamente considerada DISSOCIADA da comunidade das Testemunhas de Jeová, conforme diz textualmente lá: "por suas próprias ações" ela é vista como fora das TJs.- - - - -
Simplificando, expulsão a pessoa que recebeu sangue, diz para a imprensa que as Testemunhas de Jeová não expulsão ninguém por questão do sangue e afirmam ainda que ela quis sair por conta da ação que tomou (receber sangue). Esta pessoa é então evitada por familiares ou amigos, não se podendo conversar ou lhe dar ao menos um "bom dia". Caso ela deseje retornar a ter contato social novamente, tem de passar por um processo de "arrependimento" que envolve frequentar as reuniões por uma média de seis meses, chegando por último, sentando no fundo, saindo pouco antes de acabar a reunião e não puxando conversa com ninguém.
Então terá de escrever uma carta de arrependimento para ser avaliada por uma comissão de anciãos.
- - - -
Essa tortura mental é bíblica? Mentir e omitir para a imprensa é bíblico? Impor para uma pessoa gravemente doente uma dissociação de sua comunidade e familia é bíblico?
Fazer da lei do sangue uma lei mais pesada que nos tempos de Moisés é bíblico?
Você acredita na Bíblia ou na sua seita Davi?
- - - -
Para a mente das Testemunhas de Jeová ser desassociado ou se dissociar é visto como pior que a morte física, pois para elas quem morre nesse estado morre para sempre sem ressurreição, morrem para Deus.
A lei de Moisés era mais leve que a lei da Torre de Vigia. - - - - - -

Em vista disso eu que pergunto novamente Davi:
Você acredita na Bíblia?

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 25/11/2010 às 13:18 | Responder a este comentário

Franco, para vc ver como não são questões realmente pessoais, o Ponciano apesar dos erros que cometeu é visto por nós com respeito, já conversamos pessoalmente após minha comissão e talvez ele até volte a organização.
- - - -
Diferente do que afirma eu defendo o direito de pensar, discordar e acima de tudo poder questionar quando as coisas não se encaixam.
Com isso defendo o direito de expor mentiras e laços que religiões impõem as pessoas, assim como o direito das pessoas de acreditarem no que quiser, mas sem tentar calar outros.

réplica

comentário gabrielly argolo - atendente de farmacia | 12/01/2014 às 11:39 | Responder a este comentário

não sou testemunha de Jeová;mas acredito que é a única verdadeira religião depois que a pessoa deixa de ser testemunha de Jeová acredita que o nossocriador é Jesus cristo mas observamos na biblia que jamais ninguem viu Deus e todos viram e tocaram em Jesus cristo por tanto conclui_se que Jeová é único e soberano a adoração deve ser exclusivamente dele e para que nossas oraçoes sejam ouvidas temos o único intermediario que é Jesus cristo.Tenho certeza Reginaldo que vc voltara assim como uma ovelha arrependida e o ceu jubilara pois sera uma grande alegria vc voltar a organização de Jeová.Um abraço

comentário Davi - Atendente | 25/11/2010 às 15:23 | Responder a este comentário

Hebreus 12:9 Diz: Não Vos Deixeis levar por ensinos vários e estranhos; pois é excelente que o coração receba firmeza pela begnidade imerecida, não por comestiveis, que não aproveitam aos que se ocupam com eles.
Irmão não levamos em consideração o que este homem fala, encero minha postagem.

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 25/11/2010 às 15:48 | Responder a este comentário

Davi, concordo com você.

Hebreus 12:9 Diz: "Não Vos Deixeis levar por ensinos vários e estranhos"

Eu não deixei mais.

comentário Davi - Atendente | 25/11/2010 às 17:20 | Responder a este comentário

e o que você foi levado

comentário Reginaldo Medina - técnico enfermagem | 25/11/2010 às 18:09 | Responder a este comentário

Fui levado pelas Testemunhas de Jeová, como já tinha falado, mas consegui voltar ao normal.
De uma forma ou outra sempre somos influenciados por outros, mas cada um deve manter sua capacidade de pensar livremente e optar por seguir algo ou não, sem ser por isso vítima de ataques, chantagens emocionais, ameaças de separação de amigos ou familia.
As Testemunhas de Jeová fazem tudo isso, é como aquele filme de terror "Pague para entrar, reze para sair".___
Deviam falar isso claramente nas portas ____ -"Estamos aqui sorrindo para vc, querendo que siga nossa fé porque somos a unica salvação, mas se vc for batizado e depois querer sair, com certeza absoluta vc é uma péssima pessoa, um imoral, um desonesto, por não querer estar com o Povo de Deus iremos tirar de vc toda sua familia, seus pais, seus irmãos, seus amigos, ameaçaremos eles se falarem com vc, se não, eles também serão mortos para nós assim como vc.
Agora vc quer ser Testemunha de Jeová?". ______
Isso seria honesto, assim como diz a Bíblia que diz que "seu sim seja sim e o não seja não".
Diferente de dizer que não vai mais comentar e comentar logo em seguida.

comentário Carolina - Auxiliar de Recursos Humanos | 28/12/2010 às 10:09 | Responder a este comentário

Meus queridos irmãos a quem devemos ser leais? a Jeová? não somos um povo pacifico? gostaria que antes de vcs ficarem discutindo com esse rapaz (Reginaldo) lembrassem que outras pessoas olham esse site e esta parecento um campo de guerra com palavras, não é assim que Jeová pede para nós agirmos, claro que eu entendo a indignaçao de vcs, pois também sinto, eu já fui repreendida e desassociada porém voltei para Jeová, passei pela minha disciplina e em nenhum momento os irmão demonstraram ódio por mim, pelo contrario via ternura em seus rostos e felicidade ao me vê, devemos dar bom testemunho para que as pessoas se sintam atraidas por Jeová. quanto a questão do sangue eu tenho uma entrevista com uma hematologista muito mais interressantedo que a opinião de um tecnico em enfermagem, convenhamos ela é muito mais perita no assunto. quem desejar é só me pedir no seguinte email: carolbo7@hotmail.com, só a titulo de informação eu moro em Santa Catarina, perto da capital Florianópolis, a médica que fundou o banco de sangue no meu estado hoje é nossa irmã e faz parte da COLI. um abraço a todos. fiquem com Jeová

comentário Vera Matos - dona de casa | 21/03/2011 às 16:08 | Responder a este comentário

Para o caso da Juliana, existem no mínimo 11 procedimentos que poderiam ser utilizados para tratar da sua anemia profunda. Eu não sou médica e sei disso. Os médicos que do Hospital que trataram dela não sabem disso??? Na verdade essa ignorância médica não me surpreende. Estamos nas mãos de muitos profissionais de saúde com conhecimento limitado e meste tacanha. E quantos já tomaram sangue e morreram mesmo assim? Quantos adquiriram doenças graves como AIDS por exemplo nas transfusões? O próprio Papa João Paulo quando sofreu o atentado a bala, foi submetido a uma transfusão e quase morre não pelo tiro, mas por causa da doença chamada citomegalovírus do sangue contaminado que deram a ele! Acredito que só no Brasil e em alguns países subdesenvolvidos existe esse conflito por causa das transfusões de sangue. Se a nossa medicina fosse realmente competente não teríamos por certo esse tipo de problema. Mas está chegando o dia em que tudo isso terá um fim. Enquanto esse dia não chega, precisamos ir em busca dos melhores tratamentos de saúde disponíveis para nós. E "se fizerdes estas coisas, prosperareis. Boa saúde para vós!"- Atos 15:28,29

comentário Uendel Rocha - Auditor | 25/03/2011 às 01:43 | Responder a este comentário

É uma pena a vida e a insatisfação do senhor Reginaldo Medina passar a ser o foco dos comentários aqui.

Penso que a pauta deveria ser o sofrimento desses pais que fizeram tudo para salvar sua filhinha, mas receberam apenas uma opção medíocre de tratamento.

Ora, há pelo menos 11 alternativas viáveis e plausíveis que lhe assegurariam a vida sem implicar obrigá-la a abandonar seus princípios morais. Por que essas alternativas não lhe foram apresentadas? Eu asseguro a qualquer um, por causa do amor que os pais Testemunhas de Jeová tem pelos seus filhos (que não julgo ser maior, mas não é menor do que de outros pais amorosos de qualquer religião ou ateu ou agnóstico), que os pais dessa menina agarrariam a qualquer desses tratamentos e estratégias alternativas se a médica fosse suficientemente competente para indicá-los. Não se trata de omissão dos pais, mas da omissão da representante de um sistema de saúde falido e precário, conveniente, incapaz de assegurar aos cidadãos dignidade.

E note que as Testemunhas de Jeová, assim como muitas outras pessoas honestas desse país, são ensinadas a serem bons cidadãos por respeitarem as leis, tratarem bem as autoridades, pagarem seus impostos. De fato, uma Testemunha de Jeová pode ser repreendida biblicamente se for deliberadamente desobediente a César (por exemplo, se sonegar impostos ou se for sabido que tem costume de dirigir em alta velocidade).

Um homem é aclamado herói e é enterrado com honras por defender sua pátria numa guerra e morrer pelo seu país. No entanto, as Testemunhas de Jeová são vorazmente agredidas e tratadas com preconceito se resolvem viver por suas convicções e se estiverem dispostas a não abrirem mão do que acreditam e foram persuadidas a crer, mesmo se isso implicar a perda da sua vida.

Mas, lhes asseguro: ningúem será morto numa guerra por uma Testemunha de Jeová.

Meu profundo respeito e carinho por essa família leal e virtuosa. A Bíblia promete que Jeová trará a menina de volta quando chegar o tempo de ressucitar todos os mortos. (João 11:25, 43, 44). Ninguém pode ser condenado por acreditar nisso.

réplica

comentário Uendel Rocha - Auditor | 26/03/2011 às 17:30 | Responder a este comentário

Apenas alguns ajustes:

1) Não houve omissão, mas negligência médica ao não disponibilizar tratamento alternativo, haja vista ser de conhecimento dos médicos a possibilidade de qualquer paciente se recusar receber tratamento por transfusão de sangue.

2) Mesmo considerando a precariedade no atendimento e diversas notícias nos meios de comunicação sobre crises em hospitais públicos, não há elementos para afirmar que sistema de saúde pública esteja falido.

comentário Vera - Auxiliar de Dpt ° Pessoal | 26/03/2011 às 14:59 | Responder a este comentário

Queridos irmãos, estou pasma com todos esses comentários acima. Como mencionado pela Carolina, isso está parecendo mesmo um ?campo de guerra com palavras?. Será que vocês ainda não perceberam a astúcia de Satanás?? Não vale a pena dar atenção para uma pessoa cujo intuito é disseminar o ódio e a perseguição contra nós. Respostas nós devemos dar para quem realmente quer tais respostas e não para alguém que quer aparecer!!! Não se desgastem com esse ?debate sobre palavras? porque isso não levará a nada. Assim como Jesus mostrou tem certas situações e ?pessoas? que não merecem resposta. O senhor Reginaldo Medina fez a escolha dele assim como tantos outros. E quando ele lança ofensivas contra nós, na verdade é contra o próprio Jeová que ele está falando. Então deixem o assunto nas mãos Dele. No ?dia de Jeová? tanto o senhor Reginaldo Medina quanto os outros que tomaram sua posição contra Jeová, terão a ?resposta? que eles tanto querem... e eles sabem muito bem qual será...nem é preciso entrar nesse mérito!!! (Obs: É muita audácia se posicionar contra o Soberano de todo o universo: Jeová). Então meus caros irmãos, não dêem IBOPE para essas pessoas. Já que eles odeiam tanto a Jeová quanto ao seu povo, façamos como Jesus e oremos pelos que nos perseguem e nos odeiam.
Um abraço a todos!!!

comentário Gabariel - Técnico em Eletrônica e Vendedor | 02/04/2011 às 15:13 | Responder a este comentário

Vera, minha irmã, expressou as palavras mais sábias dessa discussão, assim como todos os que apóiam, não é caso de ser Testemunha de Jeová ou não, a vida é nossa, e nós decidimos como vive - la, se decidimos viver por Jeová e morrer por ele, assim como alguns decidem morrer pelo país, nem o presidente da república tem o direito de nos obrigar a nos ingerir algo que vai machucar nossa consciência como uma espada entrando em nossa alma e tirando a dignidade que temos, não quero apenas viver, quero viver com dignidade! Apenas viver, não é o suficiente para nós... Jeová cuidara destes que nos ofendem, não percam suas palavras... Abraços.

comentário Gabriel - Técnico em Eletrônica e Vendedor | 02/04/2011 às 15:14 | Responder a este comentário

A, é Gabriel, escrevi errado.

comentário Andrey - Técnico eletronico | 10/04/2011 às 18:44 | Responder a este comentário

acho que a justiça deveria se preocupa com o caos na saude do Brasil e não em rarissimos casos de TJs que não aceita devido aconvicção religiosa a transfusão,engraçado quando os medicos cometem um erro eles tampam o sol com peneira e abafam agora quando ocorre um caso com as TJs ai fazem aquele alarido a classe medica e autoridas devem se preocupar é com qulidade e fichar nos hospitais, combate a corrupção e estar ao encalso m dos traficantes e drogas ,que é bem mais importante que se preocupar com pouquissimos casos de tratamento de saude de TJs que antes de cairem doentes já estão convictos de sua crença e não aceitando tal tratamento !

comentário Fabi - sua profissão | 24/10/2011 às 18:36 | Responder a este comentário

Qual é a sua religião?
se não tem religião vc é ateu?

comentário Lala - sua profissão | 04/02/2012 às 07:30 | Responder a este comentário

Isso eh um absurdo as pessoas terem acusado os pais por homicidio doloso,pois a medica fez um boletim de ocorenssia na delegacia alegando q se ñ houvesse a transfusão de sangue a garota morreria mas em nenhum momento ela falou dos 11 metodos pelo menos para fazer na garota a culpada eh a medica por negligencia medica pois isso foi uma falta de amor muito grande com a menina e com as convicções dos seus pais.Se forem presos isso sera errado e muito injusto

comentário luciana - sua profissão | 03/08/2012 às 13:52 | Responder a este comentário

Luciana : Acho que o médico deveria ter usado o seu direito de agir e ter ajudado a menina! Após isso,pediria que o juíz responsável por este e qualquer caso em que ocorra absurdos iguais,no caso de crianças,que retirassem elas dos pais.Porque caso fossem pais de verdade ( o que não são ),poriam o seu amor acima de qualquer fé cega! Fé cega sim,pois nem Deus e nem tão pouco Jesus,permitiriam que uma vida fosse ceifada a troco de nada! Nada,pois isso é um absurdo! Deixar de manter uma VIDA ( direito assegurado pela nossa Constituição ),por causa de uma Seita Demoníaca.Esta não é uma igreja pois igrejas não mandam matar pessoas! Acho que LIXOS como estes nem deveriam ter chegado ao Brasil!
Deus é amor e Jesus,o filho tão amado e nosso irmão veio nos transmitir este amor,sem cobranças de qualquer espécie! Mas infelizmente ainda há pessoas que insistem neste absurdo e um dia terão de ajustar contas com Deus por esta imbecilidade e ignorância! Isso não é atitude de pessoa que vive no século XXI,mas sim de quem vive na Idade Média e pior,durante a Inquisição!
Vão estudar mais e serem menos alienados!

réplica

comentário gabrielly argolo - atendente de farmacia | 12/01/2014 às 11:51 | Responder a este comentário

Luciana vc cumpre o mandamento de Deus?amar a Deus sobre todas as coisas ele deixou uma ordem que deveria se abster_se de sangue e os pais amorosos procurou ajuda médica ,fez o que foi possivel mas respeitou a ordem de Jeová de abster_se de sangue.Agora sim vc tem que se questionar se vc realmente tem amor por seu criador.talves saiba a historia de noe em que noe avisavas as pessoas sobre o diluvio e ninguem o ouvia o chamava de louco assim como vc definiu um seita demoniaca e lixo.mas observe que só a familia de Noe sobreviveu ao diluvio e todos que nao acreditaram em noe foram destruidos.meu amor estude a biblia ,mas uma vez eu relato que não sou testemunha de Jeová mas com certeza írei me tornar pois é a única e verdadeira religiao e tudo se prova.recentemente teve um noticiario em um jornal de grande circulaçao aqui em sergipe onde divulgou sobre esse assunto para vc ter uma ideia eles divulgaram que atos era do antigo testamento para comprovar algo lá quer dizer nem pesquisaram e colocaram algo para vazer sensacionalismo e uma vergonha para quem entende e sabe que atos é do novo testamento.opinioes erroneas antes de falar pesquise,estude,saiba a definiçao de seita e depois relate um abraço

Deixe sua opinião!

Evite ofensas pessoais, o ofendido poderá localizá-lo através do IP de seu provedor.









O Jornal Jurid pertence à Jurid Publicações Eletrônicas