Autenticação do Usuário
E-mail
Senha
Esqueci minha senha

Ainda não tem seu Perfil Jurid??
Cadastre-se
Jornal Jurid
pesquisa

Quarta Feira, 27 de Agosto de 2014 | ISSN 1980-4288


Multa não é aplicada se atraso no pagamento de salários for por motivo de força maior

Fonte | TRT 10ª Região - Quinta Feira, 27 de Setembro de 2007





A 3ª Turma do TRT-10ª Região afastou a multa aplicada pela Delegacia Regional do Trabalho (DRT) pelo atraso no pagamento de salários de empresa terceirizada pelo Instituto Candango de Solidariedade (ICS). Ficou comprovado que o motivo do atraso - de apenas três dias - foi o não pagamento das verbas devidas pelo ICS à empresa.

O relator do processo, juiz Braz Henriques de Oliveira, baseou sua decisão nos artigos 501 da CLT e 4º da Lei 7.855/89, os quais estabelecem que não se aplica multa administrativa pelo atraso no pagamento de salário por força maior (acontecimento inevitável em relação à vontade do empregador e para a realização do qual este não concorreu direta ou indiretamente). Além disso, a notificação da DRT demonstra que a empresa nunca havia sido punida antes por irregularidades trabalhistas. Também não foi encontrada nenhuma irregularidade na empresa, como empregado sem carteira de trabalho assinada, falta de recolhimento de contribuições previdenciárias, jornadas excessivas ou baixos salários.

Desta forma, a 3ª Turma manteve a decisão dada na 20ª Vara do Trabalho de Brasília que anulou a multa imposta pela DRT, e negou provimento do recurso da União.

3ª Turma - 08326-2005-020-10-00-8



Palavras-chave | força maior

Deixe sua opinião!

Evite ofensas pessoais, o ofendido poderá localizá-lo através do IP de seu provedor.









O Jornal Jurid pertence à Jurid Publicações Eletrônicas