Autenticação do Usuário
E-mail
Senha
Esqueci minha senha

Ainda não tem seu Perfil Jurid??
Cadastre-se
Jornal Jurid
pesquisa

Quarta Feira, 27 de Agosto de 2014 | ISSN 1980-4288


Após empate, STF suspende julgamento que discute limite de idade para ingresso nas Forças Armadas

Regra constitucional determina que critérios para ingresso nas forças armadas devem ser previstos em Lei formulada pelo Congresso Nacional. Como não existe lei, atualmente esses requisitos são estabelecidos apenas pelos editais de concurso

Fonte | STF - Quinta Feira, 11 de Novembro de 2010






Foi suspenso nesta quarta-feira (8), após empate de 4 a 4, julgamento em que o Supremo Tribunal Federal (STF) analisa a aplicação da regra constitucional que determina que os critérios para ingresso nas Forças Armadas, entre eles a idade, devem ser previstos em lei formulada pelo Congresso Nacional. Como essa lei não foi produzida, esses requisitos são, atualmente, estabelecidos em editais de concurso para a carreira militar.


Para quatro ministros, prevalece a regra da Constituição (inciso X do parágrafo 3º do artigo 142) que prevê que o critério da idade seja definido em lei, e não em regulamentos, como editais de concurso. Eles entendem que o artigo 10 do Estatuto dos Militares – a Lei 6.680, de 1980, ou seja, uma norma pré-constitucional –, que autoriza que lei e regulamentos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica fixem requisitos para ingresso nas Forças Armadas, não foi recepcionada pela Constituição.


“A Constituição da República foi muito expressa e taxativa ao conferir à lei, aqui tomada em sentido material e formal, a definição dos requisitos para o ingresso nas Forças Armadas”, afirmou a relatora do processo, ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, quando a matéria começou a ser analisada, em março deste ano.


O ministro Marco Aurélio ressaltou nesta tarde que o artigo 25 do ADCT (Ato das Disposições Constitucionais Transitórias) estabeleceu prazo de 180 dias, após a promulgação da Constituição de 1988, para a revogação de todos os dispositivos legais que atribuíssem ou delegassem a órgão do Poder Executivo competência assinalada pela Carta da República ao Congresso Nacional. O prazo de 180 dias somente poderia ser prorrogado por lei, o que não ocorreu no caso.


Além da ministra Cármen Lúcia, votaram nesse sentido os ministros Joaquim Barbosa, Marco Aurélio e Carlos Ayres Britto. Três desses quatro ministros concordaram que a decisão somente se aplica a concursos das Forças Armadas que sejam iniciados após a data da decisão do Supremo, preservado o direito daqueles que ajuizaram ações na Justiça. Somente o ministro Marco Aurélio não votou nesse sentido.


Outros quatro ministros também concordaram que, de acordo com a Constituição, uma lei deve dispor sobre o limite de idade para ingresso nas Forças Armadas (entre outros critérios), mas estabeleceram o prazo de um ano para o que classificaram como “progressiva inconstitucionalização” da regra do Estatuto dos Militares. Ou seja, em 12 meses, as Forças Armadas não mais estarão autorizadas a definir requisitos de concurso por meio de regulamentos (editais). Esse foi o entendimento dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski.


“A minha proposta é no sentido de que nós façamos um tipo de interpretação que permita assegurar a vigência da norma por um dado prazo, fazendo um tipo de advertência ao legislador para que faça as correções devidas, nos termos preconizados no voto da relatora (ministra Cármen Lúcia)”, ponderou o ministro Gilmar Mendes.


O decano da Corte, ministro Celso de Mello, utilizou o termo “situação constitucional imperfeita”, do professor Lenio Streck, para caracterizar o caso. Para ele, é necessária a utilização da técnica de reconhecimento de existência de um estágio provisório de constitucionalidade, para que a lei sofra um “processo de progressiva inconstitucionalização”.


Para o ministro Celso de Mello, o prazo de um ano preservará todos os concursos públicos realizados pelas Forças Armadas com base na lei considerada incompatível com a Constituição e indicará ao Congresso Nacional e ao Poder Executivo que, decorrido os 12 meses, o Supremo não mais validará concursos públicos realizados com base em critérios administrativos estabelecidos em regulamentos das Forças Armadas.


O caso


A discussão está sendo realizada por meio de um Recurso Extraordinário (RE 600885) em que a União contesta decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), sediado em Porto Alegre (RS), que considerou contrária à Constituição regra de edital que limitou em 24 anos a idade para ingresso nas Forças Armadas. Essa decisão favoreceu um candidato que pediu anulação da cláusula do edital para assegurar sua inscrição no curso de formação de sargentos do Exército 2008/2009.

 



Palavras-chave | stf, forças armadas, critérios, regra constitucional

Comentários

comentário Floriano Queiroz de |Oliveira - Bacharel em Direito | 13/11/2010 às 23:57 | Responder a este comentário

A meu ver,o limite de idade imposto, exclui a oportunidade dos que desejam almejar a vaga oferecida, ferindo o direito da igualdade constitucional. De certo que se deva respeitar certas funções a serem exercidas que dependem da plena forma física do candidato. Resguardada as devidas proporções e, podendo uma pessoa exercer suas funções até aos 70 anos de idade, caso dos servidores públicos, esse limite de idade poderia aumentar até aos 40 anos.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:49 | Responder a este comentário

Como um bacharel em direito pode não saber que tais critérios podem ser exigidos em função das caracteríticas e exigências da função? (inciso X do Art. 142 da CF). Mentir sobre a profissão é feio...

réplica

comentário mário SERGIO LEAL BARBOSA - enfermeiro | 03/07/2012 às 19:40 | Responder a este comentário

claro que um fuzileiro, deve ser um monte de muscolos. mais um medico,enfermeiro,dentista. É em caso de uma guerra somente a meninada de 18/24 anos tem o direito a morte? piada, o pais tem quebrar tais regras que aqui estão impostas por pura falta de compromisso com população. ABAIXO A DITADURA DO LIMITE DE IDADE. JÁ!!!

réplica

comentário Fernando Reif - Bombeiro | 15/06/2013 às 01:28 | Responder a este comentário

Caro colega, o Floriano apenas colocou o ponto de vista, não entrando em discussão sobre o inciso X art. 142 da CEF, e todos sabemos que há dualidade em interpretações, por isto compartilho com o colega bacharel que os limites de idade deveriam ser revistos, ou então aposentar os maiores de 30 anos por invalidez! Salvo o Rio de Janeiro que para bombeiros estipulou os 51 anos, parabéns a esta instituição gloriosa.

réplica

comentário Jhon PA - Estudante | 07/07/2013 às 08:11 | Responder a este comentário

Se um cidadão se escreve em um concurso e passa em todas fazes do mesmo, ninguém pode tirar o direito dele de assumir o cargo. Limite de idade para ser Militar no Brasil é uma piada. A final esse País é uma pida! só vive atrasado. Concordo com você Fernando, viva ao Rio de Janeiro que colocou o limite de idade para 51 anos, para ingressar no Corpo de Bombeiro Militar.Parabéns RJ. Orgulho do Brasil.

comentário luiz alberto - advogado | 16/11/2010 às 18:12 | Responder a este comentário

em 1978, quando incorporei as fileiras do exército, os cabos velhos tinham a oportunidade de realizarem as provas para a ESA E ESIE, tinham em média 36anos de idade e com capacidade física melhor que muitos garotos de 18 anos, não sei porque, talvez interesses escusos suspenderam o tal requesito e fixaram em 24 anos para poder fazer o concurso. Quando foi criado o QCO ( quadro complementar de oficiais) a idade era até 44 anos, mas como muitos praças antigos estavam passando nas provas e contrariando o número de vagas que supostamente seria usado para os filhos de autoridades, no entanto esses não conseguiam lograr êxitos nas provas, diminuiram o limite de idade, passando para 35 anos. os interesses estão nas elites que criam e limitam as idades para concurso por conveniência a seus familiares. isso é brasil.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:29 | Responder a este comentário

Como advogado, creio que o senhor poderia apresentar provas de tais acusações... não é?

réplica

comentário franco franco - sua profissão | 06/05/2011 às 00:51 | Responder a este comentário

seu frank vc érealmente um frango não sabe nada do que fala.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 06/05/2011 às 20:57 | Responder a este comentário

Prove que não sei...

comentário GUSTAVO FERREIRA - MILITAR | 18/11/2010 às 10:37 | Responder a este comentário

Sou o Pastor GUSTAVO FERREIRA, e Suboficial da Aeronáutica da R/R, sou presidente da Igreja Presbiteriana Renovada Bethel da Penha , Rio de Janeiro. Meu filho LUIZ GUSTAVO DE OLIVEIRA FERREIRA, fez 22 anos em junho passado e por isso não poderia mais fazer a prova para a Infantaria da Aeronáutica, o que o deixou arrasado pois, estava em plenas condições intelectuais e físicas para tal. Foi quando tomou conhecimento por amigos que a AFA havia alterado o Edital de Inscrição, e que poderia fazer a prova já que não havia mais o limite etário. E realmente estava lá. O Edital antigo riscado e com as devidas alterações. Resumindo, ele fez a prova e diga-se de passagem, estava absurda, mesmo assim foi aprovado. Entendam, ele concorreu com milhares num concurso publico federal e foi aprovado. Fez o exame psicotécnico e quando estava no salão aguardando com muitos outros candidatos veio um senhor, civil, e começou a chamar alguns nomes para vir a frente. Até então ninguém sábio do que se tratava e os candidatos foram à frente. Então ele disse abertamente: VOCÊS ESTÃO DESLIGADOS, ACABOU PRA VOCÊS, PODEM IR EMBORA. ? Que absurdo! Imaginem o choque,a choradeira, a vergonha que esses meninos sofrerem simplesmente por terem sido aprovados. Não sou de acordo que o limite de idade se já cancelado mas, também, 22 anos é muito pouco, poderiam pelo menos subir para 26 anos, estaria ótimo levando-se em consideração que com trinta anos de serviço o militar se apontaria com56 anos, bem menos do que qualquer funcionário publico federal exercendo cargo semelhante. Hoje estamos nas mãos de Deus e do STF, e esperamos que os nossos ministros julguem com justiça aqueles que foram aprovados legitimamente, e os mantenham no concurso. O próximo, sim poderá haver alguma alteração na faixa etária para cima. Que Deus ilumine suas Excelências neste impasse e que legislem a favor dos menos favorecidos.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:31 | Responder a este comentário

E como militar o senhor não podia tê-lo feito fazer tal prova antes? Deixou o limite de idade chegar? Faltou informação também?

réplica

comentário Debora Pimenta - comprometida | 21/04/2012 às 22:23 | Responder a este comentário

ô... Frank, mas tú é chato hein !!! Nossa ninguém deve te aguentar!!!

réplica

comentário ADRIANA ... - xxxxx | 02/09/2013 às 00:31 | Responder a este comentário

Frank pq ser tão severo com os comentários? As pessoas não estão aqui apenas comentando ( pois é o que diz acima após a matéria, comentários). e não trazendo algo pessoal a ti. Sabes?! Ótimo... "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina". Acalma-te... e deixem desabafarem rsrrsrsrs

comentário Cezar - Autonomo | 21/11/2010 às 22:41 | Responder a este comentário

Já tinha passado da hora do limite etário ser revisto pelos senhores comandates militres. Como eles não o fizeram, esperamos que a justiça intervenha a favor. Como exemplo fica o limite de idade no concurso de admissão da AFA, que forma aviadores da FAB, 22 anos. É um isulto.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:33 | Responder a este comentário

Insulto é você opinar sobre o que não conhece.

réplica

comentário Mestre DOS MESTRES - Mestre dos Mestres | 21/11/2012 às 16:58 | Responder a este comentário

Esse Frank Franco deve ser um milico gazelesco que adora um gurizão novo... vai tomar no olho do seu QU...

réplica

comentário Luis Felipe Diniz - engenheiro | 08/04/2013 às 11:39 | Responder a este comentário

Você mesmo não é militar coisa nenhuma seu tal de Frank, não passa de um tarado querendo se passar por alguma coisa.

comentário Frank - autodidata | 25/11/2010 às 22:38 | Responder a este comentário

Alguém tem idéia do que é exigido do cadete pra opinar?
O edital antigo foi alterado por força de liminar. A mesma tendo sido cassada vale o edital original.
Ora, se o candidato pode ingressar na AFA como aviador vindo da Epcar na qual se pode fazer concurso desde os 13 anos, salvo engano de lembrança e tem até os 21 incompletos pra passar na AFA, SÃO 8 ANOS DE CHANCES DE PASSAR NO CONCURSO.
Não me venham com essa de que não teve chance, de que é injusto, nem nada disso. O que falta é idealismo. É querer aquilo desde cedo, sonhar com isso realmente. Pois com os salários que as FA recebem em constraste com a carga de trabalho, só querendo muito mesmo.
Querem igualdade? Vamos igualar então. As horas extras por exemplo, só pra começar. Cumpram expediente normal após cumprir serviço de escala tendo virado a noite ou dormido pouquíssimo. Vamos igualar tudo mesmo.

comentário Justiça - Julgador | 28/11/2010 às 10:36 | Responder a este comentário

/\ protetor dos generais elitistas....

comentário Frank - autodidata | 28/11/2010 às 16:44 | Responder a este comentário

/\ a falta de argumentos desse suposto "julgador" é cruel...

réplica

comentário juliano siqueira - advogado e ex militar | 15/05/2013 às 14:14 | Responder a este comentário

vc nao sabe nada babaca!!

comentário João - militar | 30/11/2010 às 20:27 | Responder a este comentário

Como oficial aviador, sei que um limite de até 22 anos é pouco, porém, é um absurdo querer treinar um cadete de uns 35 anos por exemplo, nós nos aposentamos cedo pois acabamos sendo passados para reserva,por causa dos exames periódicos que fazemos,um caçador tem que fazer exame médico a cada 6 meses, por isso muitos são mandados para reserva,por não terem capacidade de realizar o nosso trabalho, um militar não é igual a nenhum servidor público, vocês não são mandados para qualquer lugar do brasil a cada ano, vocês recebem mais por hora-extra, isso para nós e nada é a mesma coisa,chegamos a ficar o dia todo de prontidão sem ganhar nada a mais. eu creio que 22 anos não seja um limite bom,creio que até 25 está ótimo,mas reclamar por oportunidade... um rapaz pode entrar na FAB/MB com 13/14 anos e pode tentar até os 22,se você quer ser mesmo militar,tempo você tem para se dedicar...

comentário everaldo viol bispo - ex se | 02/12/2010 às 20:03 | Responder a este comentário

na minha opiniao o que relmente importa é ter vigor fi´sico e carater . e que ingressar nas forcas armadas e´ servir aos outros e ao pais . e nao a busca financeira . amar e servir a patria nao é somente previlegio dos jovens. e quem se dispoe é porque é capaz . a constituicao tem de ser respeitada acima de tudo.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:34 | Responder a este comentário

Exatamente. Vigor Físico, algo que decai naturalmente com o aumento da idade.

réplica

comentário marcos antonio - operador de triagem da ECT | 13/03/2013 às 20:32 | Responder a este comentário

Olá frank Franco, so tenho uma coisa e lhe diser tenho 30 anos idade , mais tenho certeza que ganho de voce em qualquer modalidade de esporte ou de resistencia que vc quiser...

réplica

comentário Luis Felipe Diniz - engenheiro | 08/04/2013 às 11:36 | Responder a este comentário

Senhor Frank, você talves seja um recalcado que sempre teve vontade de ser advogado e nunca conseguiu, fica escondido atras de uma mascara tentando impressionar as pessoas, tu é um ze bundão e sabe disso, v~e se te manca cara, vai estudar.

réplica

comentário Silva Silva - Militar | 17/05/2013 às 19:58 | Responder a este comentário

Porra nenhuma! Existem muitos militare que tem vigor físico e até mestrado. Porém com 38 anos já nao podem ascender a carreira de oficial em uma função puramente burocrática. Nossos Comandantes Generais são preguiçosos e não querem pensar... Os coronéis, preocupados se não vão ficar queimados, não representam a sua tropa. Os generais por sua vez pendam: Ufa! Cheguei até aqui, então é melhor não piruar errado. São um bando de covardes! Não brigam nem por aumento, imaginam pelos interesses dos militares...?

comentário Felix Rodrigues - estudante | 08/12/2010 às 14:39 | Responder a este comentário

Pela primeira vez senti orgulho de ser Brasileiro, quando li que o limite de idade caiu para alguns concursos militares. Todos sabem que estes concursos são um passo para mudança de vida, como muitos Brasileiros sou de incidência pobre e humilde, tenho uma vida sofrida e resolvir ( com todo o direito moral, ético e espiritual ) que queria entrar para o ITA, todavia, tenho 21 anos, e minha base é horrível, tenho apenas 2 anos para me superar e ser protágono de um milagre, mas isto é justo? Não escolhi nascer na minha família do interior de PE, sem condições psicoeconômicas, entretando tenho por consituição direito de luta igual a qualquer brasileiro. Não importa minha base, pois sei que me preparar consigo passar, mas não sei quanto tempo pode demorar isso... por isso espero muito que DEUS toque no coração e na mente dos excelentíssimos ministros do STF e que façam JUSTIÇA realmente JUSTIÇA. Por favor, mostre que o Brasil é mesmo de todos.

comentário Frank - autodidata | 10/12/2010 às 23:21 | Responder a este comentário

Quem diz que se orgulha de que um juiz, que provavelmente não faz idéia do que um militar faz, derruba um limite de idade e deixa o acesso à tão exigente carreira aberta assim sem critérios, definitivamente não está pensando no que as FAs precisam mas apenas em proveito próprio. Uma coisa é dizer que o limite pode ser aumentado, outra coisa é celebrar e defender que não há a necessidade de haver um limite de idade.
A constituição permite que o acesso a tal carreira tenha limites sim, mas que esteja regulamentada em lei e não em portaria como tem sido feito. Não há inconstitucionalidade em impor um limite. Ah, e Félix, não adianta culpar o sistema se você resolveu tarde o que queria da vida. Tem muita gente que nasceu em família humilde e conseguiu passar em concursos do mesmo nível DENTRO DO LIMITE ESTABELECIDO sem precisar ficar torcendo para que pessoas externas os beneficiassem com decisões que pouco beneficiam às FAs e consequentemente ao país.

réplica

comentário Felix Rodrigues - Estudante e Funcionário | 15/01/2011 às 17:08 | Responder a este comentário

Nao adianta culpar o SISTEMA? Por acaso Frank voce estava lá quando precisei aprender a ler ( aos 8 anos de idade, pois nao me ensinaram na esocla pública do interior de PE )? Voce por acaso pagou um colegio particular para que eu pegasse uma boa base ( já que na escola pública nao me ensinaram nem a multiplicar direito)? Voce por acaso deu dinheiro para minha mae, quando eu era adolescente e precisava ajudá-la trabalhando ao invés de estudar? Voce por acaso disse que eu seria um delicuente quando estava estudando matemática? Nao, voce nao estava presente em nenhum desses momentos, e nem esta presente agora, pois trabalho para comprar meus livros e quando chego em casa ate a madrugada, só para nao culpar o SISTEMA que assim como voce nao tem culpa de investir tao bem nossos impostos. Ahh acho que deveria matricular seu filho na escola pública mais perto de uma favela, e nunca conversar com ele a respeito de belas instituiçoes de ensino, e voce verá que tipo de homem ele será quando crescer. Estou abdicando da minha vida por este sonho, estudando feito um louco, sem folga, sem férias, sem descanso, só por que nao posso contar com a ajuda do meu país, alias, isso é país? Que prefere ver seus "filhos"serem MARGINAIS ao invés de doutores. Como diria um trecho de uma música "... aqui no Brasil nao existem leis, talvez a lei do silencio, a lei do cao talez..."

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:11 | Responder a este comentário

Ah, sim... Agora as FAs, que cada vez recebem menos recursos do governo, têm de arcar pelas deficiências do sistema de ensino brasileiro. Seja consciente ao votar e cobre dos governantes a qualidade referente aos impostos que pagamos ao invés de querer que o Judiciário arrume uma solução "improvisada" para o que o Executivo não fez e com isso prejudique algumas das instituições mais sérias e respeitadas desse país que são as nossas Forças Armadas.

réplica

comentário Silas Dantas - militar | 09/04/2011 às 00:14 | Responder a este comentário

Frank, vc parece mais um dos militares que nada fazem em pro do Brasil, afinal eu me pergunto pra que ter vigor fïsico, se o militar só faz formatura?

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 09/04/2011 às 20:27 | Responder a este comentário

Se o senhor realmente fosse um militar não afirmaria isso... Eu que não sou posso afirmar. Nas próximas crsises de alagamento no sul, seca no Amazonas, ocupação dos morros no RJ, dentre outras, não chame aqueles que "só fazem formaturas então"... Outra coisa, a hora que nossos vizinhos, que por sinal pensam em FAs fortes e equipam as mesmas, resolverem que o nosso país não está cuidando bem do patrimônio que é a Amazônia e quiserem tomá-lo à força, não vai adiantar, nessa hora lembrar das esquecidas FAs. Como pedir que nossa defesa aérea faça seu trabalho se não tem horas de voo pra treinar, se nossa marinha tem mais de 60% de suas embarcações paradas, e o exército da mesma maneira. Isso tudo em ano em que se fala em cortes de gastos mas se aprova mais de 50% de aumento para deputados. Senhores, atirem suas pedras para a direção correta...

réplica

comentário O Zé - observador | 19/04/2011 às 21:28 | Responder a este comentário

Só fazem formatura porque a Ilma. Da. PRESIDENTA cortou as verbas da Defesa até o osso impedindo que se faça qualquer tipo de treinamento ou coisa do gênero.

réplica

comentário Morgan Austere - sua profissão | 28/10/2012 às 02:24 | Responder a este comentário

Primeiramente tu és militar? O que um advogado sabe sobre concursos militares? Aposto que nunca serviu porque era um playboyzinho... Provavelmente estudou em uma escolinha particular que o papai pagou... Quer fazer algo? Quer opinar? Diz-me uma coisa e a deficiência que anda tento na "OAB"? Advogado que não sabe redigir uma redação... Que vergonha, ah isso vem da educação, ou seja, nem advogado anda sabendo mais escrever...

réplica

comentário Luís Santos - Programador / Eterno Infante / Granadeiro BGP | 01/04/2013 às 20:10 | Responder a este comentário

Penso que guerra não se faz somente com tiros, fui Sd, CB, Sgt Tmpr e pretendo fazer QCO, quer dizer que por ter idade não sou bom no que faço? no caso de ser infante fui atirador de elite de Pelopes, e hj sou programador... mas não entendo sua revolta.. penso que cabide de emprego não pode ser, mas, quantos outros foram como eu? Penso realmente que a idade não importa pois para ser intendente não precisa de ser menino de 20 anos, para ser de Com, não precisa ser menino de 21, para ser atirador de ELITE de PELOPES não precisa de correr, precisa de munição.. rs.. sei lá acho que radicalismo não serve, agora que rola máfia, assim como nos Colégios Militares, nós sabemos que rola... bom.. penso que onde tem gente com experiência tem serviço sendo bem feito e a idade é quem trás isso

comentário Diego José Santos - Aux. Admistrativo | 30/12/2010 às 09:50 | Responder a este comentário

As palavras de Félix retratou bem a vida de quem não teve base para tal entendimento.
Tenho 23 anos e sempre tive o sonho de ser um homem como aqueles que eu assistia em filmes, portadores de honra e daquelas "estrelas" no colarinho, um oficial militar! De origem humilde, também, nunca estive a parte sobre restrições dentro desta carreira.
Não imaginava que um praça nunca chegaria a ser um oficial, ou que um limite etário poderia imperdir-me de tão grande sonho.
Ao adentrar as fileiras do EB como recruta, em 2006, que obtive todo conhecimento. Após um ano de serviço militar obrigatório, ao sair, com experiência de sobra de como funciona tudo, que comecei a luta contra o tempo ...
Enfim: A vida me trouxe problemas e agravos que me impediram de continuar meus estudos pra me preparar e consquistar o meu sonho em tempo propício.
Hoje desejo de coração ultrapassar limites e ir aonde puder para conquistar essa realização, mas sou impedido pela restrição etária...

Dentre discuções e debates, caberia a cada um julgar-se, justamente, se seria apto a desenvolver com idoneidade os deveres de um oficial, e manter com caráter reto a sua maior responsabilidade: o bom exemplo ao próximo!

Caráter ... Algo que a idade não retira de quem tem.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:14 | Responder a este comentário

Uma pergunta... já que você "sempre teve o sonho", alguma vez procurou alguma instituição pra se informar? Alguma vez acessou a página de alguma de nossas FAs? Ao menos digitou no Google?

comentário Filipe Lins - estudante e estagiário de engenharia eletrônica | 05/01/2011 às 10:02 | Responder a este comentário

Torço pra que o limite etário aumente, pois assim eu teria uma nova chance. Apesar disso, reconheço que, no caso específico da AFA, ela merece um limite menor, visto que é uma escola preparatória para altos estados, ou seja, tem um plano de carreira mais longo e oferece um curso também muito longo. Não sei se isso é suficiente para, perante a constituição, estabelecer limites de idade diferentes para diferentes academias militares.

Reconheço que tive chances de ingressar na AFA, mas não muitas. Descobri as oportunidades da carreira militar no 2a ano do ensino médio. Minha meta passou a ser oficial aviador. Como não sabia inglês, tentei a EPCAR para o 1a ano, sem sucesso. No ano seguinte fiquei num dilema: atrasar 3 anos de estudo e tentar novamente o 1a ano da EPCAR ou seguir em frente e tentar o 3a ano e ter que enfrentar a prova de inglês. Optei pela segunda opção, e, como eu já esperava, fracassei no inglês. Alguns anos depois consegui uma bolsa num curso de inglês. Infelizmente não foi em tempo hábil para tentar a AFA, mas ao menos fui aprovado no último concurso da EEAR. Hoje, com 22 anos, meu sonho continua sendo AFA.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:16 | Responder a este comentário

Ao menos alguém aqui foi sincero...

réplica

comentário MAILTON KESSNER - profissional da educação | 15/02/2011 às 18:17 | Responder a este comentário

POIS É, SENHOR FRANK "AUTODIDATA" JÁ OUVIU FALAR SOBRE A TEORIA DA RELATIVIDADE? DIANTE DE TODOS OS SEUS ARGUMENTOS QUE ACOMPANHEI NESSE FORO E COM MEUS 35 ANOS DE IDADE E COM A MATURIDADE ADQUIRIDA AO LONGO DESSES ANOS, POSSO LHE DIZER QUE O SENHOR PENSA COMO UM GENERAL, SE ASSIM NÃO O FOR, PODE SER QUE O SENHOR ADQUIRA "MATURIDADE", PESQUISE ESSA PALAVRA NO SEU MAIS AMPLO SIGNIFICADO E REFLITA UM POUCO, DIREITOS SÃO PARA TODOS NÃO IMPORTA, A HUMANIDADE TEM QUE SER IGUALITÁRIA, RESPEITO SEU PONTO DE VISTA, MAS NÃO ME VENHA QUERER SER O DONO DA VERDADE, SUA PALAVRAS SÃO E SEMPRE SERÃO ARGUMENTOS, JAMAIS A VERDADE. ALGUMAS ATIVIDADES MERECEM SIM TER VIGOR FÍSICO-NÃO TODAS- PARA ISSO TEM OS TESTES, SER HUMANO JAMAIS DEVE SER DISCRIMINADO, JAMAIS, NUNCA, SÓ ASSIM SEREMOS FELIZES, OPORTUNIDADES APARECEM COM O TEMPO, TEM GENTE SIM QUE NÃO PODE NO PASSADO E QUER TENTAR NO PRESENTE, DEIXE DE SER EGOÍSTA, VOCÊ NÃO LEVA EM CONTA O MEIO SOCIAL E AS QUESTÕES PSICOLÓGICAS QUE ALGUNS VIVEM OU VIVERAM, O SENHOR NÃO SABE O QUE É "NÃO TER VONTADE DE NADA" QUANDO SE VIVE EM AMBIENTES INFERNAIS DE MISÉRIA E VIOLÊNCIA, PESSOAS NÃO SÃO OBJETOS E JULGAR E ACHAR QUE AS PESSOAS PERDEM OPORTUNIDADES SIMPLESMENTE PORQUE SÃO PREGUIÇOSOS É LAMENTÁVEL, O SENHOR É UMA VERGONHA COMO SER HUMANO, DESCONHECE O MUNDO AO SEU REDOR E JAMAIS SABERÁ O QUE SE PASSA NA COBEÇA DOS SEUS IRMÃOS, DUAS PESSOAS SÃO CRIADAS EM UM AMBIENTE MAS TEM VISÃO E INTERPRETAÇÃO DE MUNDO DIFERENTE, OLHA NEM VOU TENTAR TE EXPLICAR AQUI, VAI ESTUDAR, UM DIA PODE SER QUE O SENHOR SINTA O GOSTO AMARGO DA DISCRIMINAÇÃO, UM ABRAÇO.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 15/02/2011 às 22:13 | Responder a este comentário

Desconheço o mundo ao meu redor? Pode ter certeza que já vi as condições pelo senhor citadas. Pessoalmente por vários anos de minha vida devido atividade exercida em passado recente. Discriminação? De certo modo há sim quando se estabelece idade limite, porém não há injustiça alguma visto serem concursos anuais com critérios que se mantém. O que não dá é querer fazer justiça social ao custo da qualidade do material humano que se insere nas FAs, ou em qualquer função mais restritiva a exemplo das mesmas. E lhe digo mais, atualmente tenho envolvimento com a educação e lhe respondo que, nas mesmas condições pelo senhor citadas, existem sim, pessoas que querem mudar de vida e se empenham rumo a esse ideal, e outras, como as que critico, que querem apenas que caia uma chance do céu para ver se dá. Ou como muitos aqui já citaram, que essa chance seja perene. O senhor quer justiça social, cobre do Governo, que aliás já coleta nossos impostos com essa função, ao invés de querer, como já dito, jogar a conta para tais instituiçoes.

comentário Mônica Gonçalves dos Santos - comerciante | 11/01/2011 às 14:51 | Responder a este comentário

sou uma mãe que pensa ser muito difícil manter um filho se preparando um ano inteiro e após o resultado final ver seu filho tendo que recomeçar tudo outra vez sabe porque porque SONHA ser um oficial das FA (mas precisamente da AFA) só que esse filho completa 21nos no final de DEZEMBRO e no ano seguinte é a matricula e ele estara completando 22 anos e pelo edital NÂO MAIS PODERÀ INGRESSARNA AFA,que incoerencia quando ouvimos toda hora que o quadro de oficiais precisa ser ampliado e um rapaz de 22anos NÂO PODE TER MAIS OPORTUNIDADE????
Ppeço aos juizes do STF que analisem verdadeiramente essa ARBITRARIEDADE ARCAICA.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:20 | Responder a este comentário

Sonha mesmo? Só falta me dizer que sonha desde pequeno. O acesso à Epcar começa aos 13 anos e o da AFA termina aos 20. Faça as contas e reflita se é pouco tempo para alguém que "sonha ser um oficial das FA" Oportunidades não faltam. Falta é saber aproveitá-las. Quanto à ampliação do quadro. Creio que os mesmos acreditem não ser tão desesperadora a necessidade ao ponto de abrir mão das exigências ao bom andar da formação e da carreira.

comentário Bruno Viana - comerciante e estudante de Gestao Comercial | 26/01/2011 às 15:13 | Responder a este comentário

Peço ao Supremo Tribunal Federal (STF) que reflita melhor sobre intervir no limite de idade para as escolas militares. A meu ver os senhores ministros e a Constituição não têm nada a ver com limites de idade expostos em editais pelas instituições militares. Haja vista que a própria Constituição nao impõe de forma clara nenhuma sanção às mesmas. Ou seja, que é de inteira responsabilidade da Escola Militar (respaldada em lei, claro) qualquer forma de seleção e admissão de candidatos; isso quanto à estipulação de idade,grau de ensino, performance física,teste de saúde,enfim... requisito qual for, que a ESCOLA MILITAR julgue como necessário para exercer as funções que o seu candidato ingresso terá que ocupar.
È compreensível que rápido um aviador ele trona-se da reserva, por a cada 6 meses ter que prestar exames de aptidão. Mas como exposto, o que decide se a pessoa está capaz ou não são seus exames e não a sua idade. Além do mais isso é uma forma de preconceito e crime; se a Constituição não expõe claramente nenhuma sanção então é do DIREITO DE TODO BRASILEIRO prestar tais concursos que os julgar capaz de prestar.
Outro exemplo: se idade tem a ver com capacidade então porque os senhores ministros não intervêm nas eleições à deputado estadual e federal?Deixe-me ver se entendi o raciocínio do s senhores... duas crianças, dois jovens (aqui com todo respeito aos deputados Hugo Motta do PMDB-PB,de 21 anos,e Domingos Neto do PSB-CE,de 22 anos) eleitos em 2010, podem gerir um estado e um(a) cidadão(ã) de 34 anos formado em gestão de segurança,administração e com experiência prática não pode gerir uma base aérea como intendente?Se este está incapaz, por quê aqueles não estão?
E não nos esqueçamos dos combatentes, ou, infantes. Se pegarmos todo o conjunto policial do país (tropas de elite, forças ostensivas, polícia militares, bombeiros e forças armadas) notaremos que grande parte deste corpo não está abaixo dos 30 anos e nem por isso estão incapazes de suas atividades.
A meu ver esta iniciativa dos senhores ministros não passa de desculpa esfarrapada, que provavelmente esconde interesses de um ou dois.Doa a quem doer!!!

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 04/02/2011 às 21:27 | Responder a este comentário

Na verdade a Constituição ampara a limitação de idade para tal devido exigências da carreira. O que acontece é que não foi feita a lei que regula o limite, mas sim tem sido feito pelos editais do concurso. NÃO HÁ INCONSTITUCIONALIDADE. Quanto aos intendentes, lembremos que a parte administrativa é apenas uma das atividades destes combatentes. E quanto aos infantes e a comparação com as Forças Auxiliares, melhor comparar a idade de ingresso do que um formado com o cadete recém ingressando. Lembrando sempre que o maior problema, não seria nem tanto o aumento do limite de idade, mas a falta dele como alguns defendem.

comentário Cristian - Administrador público | 10/02/2011 às 20:27 | Responder a este comentário

Na verdade está se pressupondo que um candidato com mais idade nuca terá condições físicas de ser um profissional militar, isto não é necessariamente verdade. O que tem que ser revisto são os curso de formação, que com o excesso de conservadorismo, não contempla uma seleção madura.
Se o aprovado no concurso, aguentar todas as atividades atinentes aos cargos preiteados não existe justificativa contrária. Outra situação é de que o estágio probatório é mais uma chance de saber se fica ou não.
Diante disso, não cabe a cessação do direito de entrar na profissão. Isto tudo sem tocar no assuntos dos cargos para Oficiais da área técnica ou administrativa, aí sim que não justifica mesmo.

réplica

comentário Frank Franco - Autodidata | 13/02/2011 às 11:10 | Responder a este comentário

O que seria uma seleção madura pra você?

comentário Ericka - militar | 12/02/2011 às 09:56 | Responder a este comentário

O que difere a profissão "Militar" de outras profissões? Necessidade de melhor preparo físico!!!! Pois a capacidade intelectual não tem limite de idade,!!!! Vamos falar sério o que mais tem nas Forças Armadas são homens gorduchos, fumantes e sem algum preparo físico!!! Tenho 36 e muitos militares que trabalham comigo não aguentam nem subir escada, como ficariam no front!!!! Que venham os intelectualmente e fisicamente preparados para de ato servir!!!!

réplica

comentário Frank Franco - Autodidata | 13/02/2011 às 11:17 | Responder a este comentário

Cara Éricka. Na verdade eu diria que o que mais difere a profissão militar de outras é a dedicação exclusiva que ela exige, mesmo que nem sempre a mesma seja cobrada. Como militar da ativa você deve conviver com maus exemplos no quartel assim como existem em todas as profissões. Infelizmente o que já vi e ouvi são pessoas empreguistas que se aplicam a esse perfil já citado por você, ou pior, pessoas que não conseguem fazer atividade física no horário previsto no expediente por terem de ficar trabalhando na sessão, pois chegam antes e tem de sair depois devido à função exercida. Se alguns que entram jovens chegam a essa idade da forma como você descreveu, e como fato notório que a capacidade física declina com o aumento da idade, imagine entrando mais velhos e sendo submetidos a mesma rotina como não chegarão.

comentário itamar - universitário | 02/04/2011 às 11:28 | Responder a este comentário

Bem o que vejo é um bando de militares velos prepotentes(que não mais tem condições físicas ou psicologica "perceptível pelas afirmações" , que sufocam ou sufocaram seus filhos a seguirem seus exemplos, não podendo ter escolha propria. Um individuo de 20 anos, na maioria das vezes não tem idéia de qual carreira seguir, então é claro que os senhores são prepotentes e se for de vontade e merecimento de seus filhos eles passaram com 12....20 anos, não fiquem preocupados que nenhuma pessoa de 28 ou 40 anos tirará a vaga de seu filho de 18 anos, se ele preparar-se, idade não identifica capacidade, oque deve prevalecer é a soberania nacional, mais velos sinônimo mais conhecimento as forças armadas. A ditadura ja acabou a anos, militares agora também tem que cumprir a lei... vocês querendo ou não, somos todos cidadãos. Olhem o exemplo do EUA a maior máquina de guerra do mundo, não sejamos prepotentes para jugar acapacidade intectual e física pela idade, pois nos supreenderemos a cada minuto se o fizermos, lembrem-se também que se alguém que nasceu no sertão, foi operário chegou a presidente da republica " e alguém que foi casada como animal por militares agora e lider da nação".

réplica

comentário A verdade - Cartomante | 09/04/2011 às 21:00 | Responder a este comentário

Pesquise sobre as FAs americanas antes de falar bobagens.

comentário dick vigarista - militar | 25/04/2011 às 03:18 | Responder a este comentário

Tu chera muito eh pica o frank franco.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 06/05/2011 às 20:58 | Responder a este comentário

Sei. Como se você realmente fosse militar...

réplica

comentário Cap TRADIÇÃO - EB | 11/06/2013 às 16:22 | Responder a este comentário

ISSOA AÍ, PAU NOS PRAÇAS , ESSES BANDO DE MERDAS. KKKKKKKKKK

comentário alex - advogado e piloto | 02/05/2011 às 02:19 | Responder a este comentário

ola, primeiramente gostaria de dizer que quando eu tinha 7 anos decidi ser piloto assistindo a um show do eda, mas quando eu tinha 13 anos meus pais não me deixaram ir para A EPCAR, então fiz o breve civil, mas hj com 27 anos e em pleno vigor físico adoraria entrar para a AFA, e acredito que até com 35 formaríamos excelentes pilotos, pois todos os pilotos acrobáticos que conheço tem mais de 40 vejam o exemplo da corrida aérea pilotos com 60 asnos ingo a 9G com suas aeronaves, a idade deveria ser limitada a 40 mas ser limitada a 20 22 é muito pouco, meu irmão por exemplo é fisiculturista e coleciona títulos com seus 40 anos de idade, espero poder realizar um sonho de criança como muitos brasileiros...

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 06/05/2011 às 20:59 | Responder a este comentário

Pilotos acrobáticos ainda vão fazer acrobacias por mais 30 anos? Air Race se faz pouquíssimas vezes num ano, não dá pra tirar parâmetro. E o exemplo de uma pessoa não valida uma regra geral, na qual o mesmo deve ser excessão. São 30 anos de serviço... Se entrar com 35, 40 anos não vai cumprir isso, se aposenta cedo e quem paga somos nós os contribuintes...

comentário Marcelo - Físico Nuclear | 06/06/2011 às 00:18 | Responder a este comentário

Frank, vc realmente deve, no máximo, ser mais um oficial aviador frustrado por pilotar ventiladores voadores que, no Brasil, se denominam caças. Cara acorda pra vida. Fui "milico" por alguns anos e vejo características horrendas em vc, as quais se caracterizam por falta de personalidade e frases prontas, bem ao modelo dos (talvez seus) velhos instrutores da academia. Cara, as FAs tem regulamentos ridículos e ultrapassados, oficiais mal preparados, bem ao seu tipo, principalmente do ponto de vista físico. Antes de pedir baixa, cansei de no TAF colocar moleques recém saídos da AFA no chinelo, mesmo estando no alto de meus 35 anos. Cara, acorda e deixa de ser bobo.

réplica

comentário Frank Franco - autodidata | 06/06/2011 às 21:22 | Responder a este comentário

Não caríssimo. Não sou oficial, tão pouco sou ainda da ativa, apenas prestei meu serviço à Pátria e continuei tendo contato com os mesmos após, não que isso fizesse alguma diferença pois em nenhum momento invalidaria o que nada mais é que uma opinião, mas voltando ao assunto e, partindo do princípio que algo que você disse fosse verdade (afora o seu óbvio preconceito e rotulação), em que essa falta de critérios de idade na seleção vão ajudar a mudar isso? Será possível que só eu vejo isso? Você quer falar dos "ventiladores" da FAB, dos "camburões" do EB, dos "barquinhos" da Marinha, mas em nenhum momento se lembra que são os nossos impostos que NÃO SÃO investidos nas nossas Fas e Deus sabe lá no que são investidos. Isso é falta de personalidade pra você?

comentário cadete - sua profissão | 20/08/2011 às 08:20 | Responder a este comentário

primeiramente frank frango, nao é idade que vai dezer o vigor fisico de uma pessoa. VC realmente nao conhece a realidade do brasil... ta com medo de que com o aumento da idade? do concurso ficar mais concorrido e teu filho nao entrar?? qual a diferenca entre 21, 22 ou 23 anos??? realmente da pra medir a capacidade de alguem nesses numeros??? vc é um imbecil uma vergonha... lamentável... o brasil é de todos nao soh dakeles que tem até 21 anos.... se o quadro não exigir vigor físico qual o problema em aumentar a idade??? e mesmo se exigir o vigor físico e se o cara de 30 anos coneguir fazer os testes físicos??? isso é discriminaçao é insconstitucional .... AUTODIDATA?? kk vai estuda rapa...
O sonho, o ideal nao pode ser medido por 21 ou 22 anos... e se com 13 anos o adolescente nao soubesse ao certo o que queria... mas agora aos 23 souber??? kkk vc é um imbecil pré-potente se liga otário

réplica

comentário JORGE PERPETUO - sua profiss?o | 20/02/2013 às 18:06 | Responder a este comentário

concordo amigo,tive meu sonho de ser militar porque tenho 31 anos e não posso prestar um IME/ITA/AFA

comentário cadete - sua profissão | 20/08/2011 às 08:28 | Responder a este comentário

E digo mais... NA MINHA OPNIAO nao soh deveria aumentar o limite de idade como a possibilidade de um praça entrar nas promoçoes de oficial pelos bons serviços prestados e com cursos internos e também a possibilidade de um oficial ser "rebaixado" pelos maus serviços.... vamos ser francos PASSAR 4 ANOS ESTUDANDO PRA DEPOIS MAMA NA TETA DO GOVERNO EH MUITO FACIL... QUANTOS QUE ENTRAM ATÉ SEUS 21 ANINHOS E DEPOIS VIRAM UM BOI DE TAO GORDOS QUE FICAM... ISSO SIM EH UM DESRESPEITO PQ QUEM PAGA O SALARIO DESSES AI SOMOS NOS OS BRASILEIROS COM MAIS DE 21 ANOS.... VAMOS SER MAIS FRANCOS AINDA... SE O BRASIL FOSSE UM PAIS QUE FIZESSE OPERAÇOES REAIS DE GUERRA QUANTOS DOS OFICIAIS Q ENTRARAM COM 21 ANINHOS JA NAO ESTARIAM MAIS COM FARDA?? nao me venha com hipocresia dizendo que o cara passa na prova faz a academia e vira um super heroi que nunca mais podera ser rebaixado...... soh esse frango otario mesmo...

comentário Cris - sua profissão | 28/01/2012 às 22:48 | Responder a este comentário

Meu filho prestou o exame para o concurso da AFA 2012 . No edital do concurso dizia que eram 70 vagas para aviador. No entanto, dos 430 candidatos com média, aptos para participarem da Concentração Intermediária ( INSPSAU, EAP, TAPMIL e TCF) , foram chamados 360 apenas. Desses 360, só 59 foram selecionados. Se havia 70 vagas, por que não chamaram os outros candidatos para fazerem as outras etapas de seleção? Havia tempo hábil para isso.
Pergunto-me... Esse é um concurso sério e confiável?

réplica

comentário JORGE PERPETUO - sua profissão | 20/02/2013 às 18:04 | Responder a este comentário

Nada nesse país é serio ou confiável

comentário Manko - VIG | 07/03/2012 às 02:04 | Responder a este comentário

Sou a favor da anulaçao de limite de idade nas forças armadas. talvez, em algumas areas. assim, muitos verdadeiros militares terao a chance de realizar seu sonho q estava adormecido e nao morto.

comentário Andre Cruz - Engenheiro | 11/03/2012 às 03:14 | Responder a este comentário

Fui militar da LEGIAO ESTRANGEIRA por 15 anos em Calvi-Corsega no 2eme REP.

Para demonstrar que tudo o que o Sr. Frank Franco falou é uma absoluta baboseira, para não dizer uma discriminação idiota e demagógica.

O acesso a Legião Estrangeira, que diga-se de passagem é uma força de elite e não uma merdinha (Fisicamente, Tecnologicamente, estrategicamente e em qualquer nível que venhamos a comparar com a FAB) é até os 40 anos de idade.
E os testes de físicos e psicotécnicos são extremamente difícieis, entretanto nunca ouvi tamanha bobagem quanto a dizer que um militar de 40 anos está fora de forma ou que sua condição decaiu "naturalmente" aos 40 anos.

fui surpriendido diversas vezes (eu com 20 anos de idade e no auge do "vigor" como alguns profetizam) pelo sous-off MADUREIRA, um portugues com 55 anos carrendo feito um foguete e ganhando de todos. Absolutamente todos já que a corrida se chamava ( Parcour quartier) onde todo o quartel corria junto 30KM para ver os primeiros 10 colocados gerais.

Logo, toda esta idiotice de idade, me deprime, pois este Frank Franco, que de Franco não tem nada, pois assume o lado errado, não o de sua população mas o lado dos Oficiais, que não querem deixar os seus filhos de fora e isto é obvio.

Logo, Cale-se e não seja desonesto, cale-se e não seja corrupto, cale-se e não perca tempo tentando provar uma tese tão tacanha quanto esta.

Se a principal força de elite do mundo aceita candidatos de 17 a 40 anos para suas forças armadas, não há o que ser questionado por uma força armada tupiniquim.

FRANK FRANCO, FERME TA GUEUUUUULE!!!!

Ex-Legionnaire, da cruz andre
Mle: 186598

réplica

comentário Morgan Austere - sua profissão | 28/10/2012 às 02:50 | Responder a este comentário

Olá! Amigo como você fez para servir na legião estrangeira? Se me puder dar essas informações...

comentário Morgan Austere - sua profissão | 28/10/2012 às 02:39 | Responder a este comentário

Tinha que estipular uma idade que de para realmente o candidato poder ingressar na carreira militar. Para ser sincero e uma vergonha pagar para fazer concurso em outros países isto não existe. A maioria que esta lá não esta pelo fascínio pela carreira, mas sim para engordar e se entupir de porcaria maioria dos sargentos são obesos haha e querem falar mal dos reservas. O ensino no pais e precário nem todos tem papai para pagar escolinha particular ou cursinhos, muitos trabalham para sobreviver e não tem tempo para se dedicar aos estudos. Devem aprovar esse decreto... É citaram que tem bastante tempo dos 13 aos 22 anos certo, bom se você for bastante influenciado pelos pais coisa que é rara hoje em dia, e ter tempo e se dedicar realmente passará, mas se você estuda sozinho e não tem tempo para estudar como fica? O advogado deve ter a resposta...

comentário Sampaio - Ex Combatente | 09/02/2013 às 07:09 | Responder a este comentário

Comandante Franco, se eu fosse você tinha vergonha de mentir tanto. Servi com este cara na Ativa, ele é da Marinha, um verdadeiro fracassado, seu insucesso fez com que ficasse perdendo tempo em blogs de discussão, tentando encontrar seu EU onde não o encontra. Boa sorte Comandante Franco.

comentário JORGE - sua profissão | 20/02/2013 às 18:03 | Responder a este comentário

Essa idade estabelecidas é uma vergonha,acredito que determinadas funções deva ter esse limite só que maior,que dizer que uma pessoa entre 30 e 40 anos não é apta ao serviço militar?como uma faculdade como ITA/IME tem limite de Idade,realmente no Brasil se você tem mais 30 anos você está ferrado,se a pessoa cumprir todas etapas do edital,exame físico, psicológico e medico,não tem porque não entrar,tenho amigo que sargento "técnico" não sabe consertar nada. só uma palavra para descrever esse país VERGONHA

comentário Mespell - atendente | 28/02/2013 às 14:03 | Responder a este comentário

Baseado em quê,estabelecem limites de idade?.Desde que não se comprove limitações devido a idade de um candidato ficará sem critério exigir idade maxima ou minima.Por algum acaso nos 23,24,25 anos a produção de neurôrios não são suficientes?Este seria o unico motivo para restringir os sonhos dos outros.Com sonhos não se brincam,eles são capazes de nos levar além da regra estabelecida.No ministério da fazenda, um candidato pode apresentar sua aprovação mediante a prova do concurso e entrar na justiça,e se realmente for um apaixonado por suas metas,irá até a ultima instância se a escola miliatar pretendida recorrer.Os sonhos não temem o não,o medo,a morte.Sonhos...eles são implacáveis.

comentário Artulino Xavier da Silva - autônomo | 11/03/2013 às 21:57 | Responder a este comentário

Amigos não adianta só opinar, temos que unirmos as forças para lutarmos pelos nos sonhos , então convoco a todos que tenha 30,40,50 que em 2014 se dediquem a operação fora Dilma Rousseff e a todos que aprovarão essa lei absurda que limita a idade sem se quer nos darem uma chace de provar a nossa capacidade !

comentário comedor - comedor | 13/03/2013 às 22:22 | Responder a este comentário

franco franco, você é um verdadeiro zé buceta

comentário fausto - administrador | 17/03/2013 às 13:32 | Responder a este comentário

Será que se o Brasil entrasse numa grande guerra mundial esse limite continuaria valendo!!!! eu creio que nao!!! ai viriam com o papo furado de convocar todos os homens possiveis para defender a patria!!!
ou sera que nao iram convocar ningue com mais de 32 para uma guerra!!!

comentário Victor Bodnar - Estudante | 25/03/2013 às 19:25 | Responder a este comentário

Existe algum recurso para garantir a inscrição do candidato mesmo com a fixação da lei de limite de idade?, eu gostaria muito de fazer um concurso militar para a Marinha, porem eu já passei 3 anos do limite exigido e fixado em lei no edital, existe alguma maneira de conseguir a minha participação?, aguardo uma resposta e desde já agradeço.

comentário grace kelly barbosa da silva - do lar so estudo | 17/04/2013 às 09:32 | Responder a este comentário

eu gostaria muito de tenter mas vamos ver se Deus vai permetir forca de vontade tenho basta so liberacao

comentário Junior - Guerreiro | 21/04/2013 às 18:13 | Responder a este comentário

Tenho 30 anos, e vou para França, defender outro pais porque o meu não me dar oportunidade de ser um grande militar por causa da idade. La o importante não é a idade e sim a mente, o físico e principalmente a VONTADE de ser militar.

réplica

comentário Silva Silva - Militar | 17/05/2013 às 20:02 | Responder a este comentário

Muito Bom Guerreiro! Militar no Brasil tá entrando numa das piores fases! A Dilma chegou!

comentário Cap - EB | 11/06/2013 às 16:18 | Responder a este comentário

E ISSO AI FRANK PAU NAS PRAÇAS

comentário IORI - VIG | 26/06/2013 às 00:11 | Responder a este comentário

foi ou n foi regularizado o limite de idade??

comentário NALVA - TESOUREIRA | 27/06/2013 às 23:49 | Responder a este comentário

E PESO ,QUANDO É PRA SER CHAMADO PARA A GUERRA ,45 ANOS E O LIMITE AI É NOVO NÉ,

comentário Jeferson - oficial da reserva EB | 14/08/2013 às 17:58 | Responder a este comentário

Em todas as nações desenvolvidas os limites de idade são bem superiores aos aplicados no Brasil. O critério é burro, pois parte-se do principio que a idade é condicionante a uma boa capacidade física, um corredor por exemplo chega ao seu nível máximo aos 30 anos, não aos 20 .
Além disso conheço muitos oficiais e sargentos bem novos que por não obterem o grau mínimo no TAF apresentam atestados médicos para se livrarem de testes físicos.
Sejamos sinceros, um oficial com mais de 10 anos de serviço já não ocupa funções que necessitam de grande desempenho físico, com raríssimas exceções.
As decisões que tangem o limite de idade são muitos mais relacionadas a politicagem e corporativismo do que por critérios técnicos. Não dava pra esperar nada diferente do nosso sério país.

Deixe sua opinião!

Evite ofensas pessoais, o ofendido poderá localizá-lo através do IP de seu provedor.









O Jornal Jurid pertence à Jurid Publicações Eletrônicas